O Bambu Chinês (Motivação)

Existe um tempo para cada coisa, e existe um tempo para todas as coisas.

Depois de plantada a semente do bambu, nada se vê, por cerca de cinco anos exceto o lento desabrochar de um diminuto broto, a partir do bulbo, que rompe a terra.

Sabem por quê?

Durante esses cinco anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas uma maciça e fibrosa estrutura de raízes se estende vertical e horizontalmente pelas profundezas esquecidas da terra.

Então, somente após este árduo tempo de cinco anos, o Bambu Chinês floresce e de repente como num piscar de olhos cresce até atingir a altura de 30 a 40 metros.

A analise final desta rica historia é: Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao Bambu Chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e, às vezes, nada vê por semanas, meses e anos. Mas, se tiver paciência e crença para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, com certeza o seu quinto ano chegará, e com ele, virá o crescimento e as mudanças que você jamais esperava.

O Bambu Chinês nos ensina que jamais devemos desistir de nossos projetos e de nossos sonhos. Em nossa vida especialmente, que é um projeto fabuloso que envolve mudanças de comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização. Para ações devemos sempre nos lembrar do Bambu Chinês, para jamais desistirmos diante das dificuldades que irão surgir.

Tenha sempre bons hábitos, como: Persistência, Crença, Trabalho, Paciência e Fé em nosso grandioso Deus, pois nós merecemos alcançar todos os nossos sonhos!

É preciso muita fibra para chegar às alturas e ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.


Fonte: http://sucesso.powerminas.com/texto-motivacional-o-bambu-chines/

Beijos, Luciene Lima.

Biscoitos roubados (Motivação)

  Certo dia, uma moça estava a espera de seu voo na sala de embarque de um aeroporto.

Como ela deveria esperar por muitas horas, resolveu comprar um livro para matar o tempo. Também comprou um pacote de biscoitos.
Então, ela achou uma poltrona numa parte reservada do aeroporto para que pudesse descansar e ler em paz. Ao lado dela se sentou um homem.
Quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também pegou um. Ela se sentiu indignada, mas não disse nada. Ela pensou para si: “Mas que cara de pau. Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho para que ele nunca mais esquecesse…”
A cada biscoito que ela pegava, o homem também pegava um. Aquilo a deixava tão indignada que ela não conseguia reagir. Restava apenas um biscoito e ela pensou: “O que será que o abusado vai fazer agora? Então, o homem dividiu o biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela.
Aquilo a deixou irada e bufando de raiva. Ela pegou o seu livro e as suas coisas e dirigiu-se ao embarque.
Quando sentou confortavelmente em seu assento, para surpresa dela, o seu pacote de biscoito estava ainda intacto, dentro de sua bolsa.
Ela sentiu muita vergonha, pois quem estava errada era ela, e já não havia mais tempo para pedir desculpas. O homem dividiu os seus biscoitos sem se sentir indignado, ao passo que isto lhe deixara muito transtornada.

“Em nossas vidas, por vezes, estamos comendo os biscoitos dos outros, e não temos a consciência de quem está errado somos nós.”

 

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/texto-motivacionalbiscoitos-roubados/

 

Beijos, Luciene Lima.

09 Dicas para conquistar seus objetivos na vida (Motivação)


Ter um objetivo real e conquista-lo é…

  1. Entrar em ação em vez de apenas pensar naquilo que quer realizar. Ao passar do plano mental para o plano físico, você entra em movimento e descobre os segredos do caminho ao caminhar.
  2. Saber que tudo o que nos acontece na vida é produto das decisões que tomamos. Essa clareza faz com que você se mantenha alerta e vigilante em relação as suas escolhas, retomando a rota cada vez que se afastar do caminho.
  3. Desenvolver as habilidades de que precisa para poder levar adiante as ações necessárias para conquistar seus objetivos.
  4. Valorizar cada passo sem esperar por grandes realizações para desfrutar a vistoria. Uma vez que todo o objetivo é divisível em pequenos atos, cada vez que você cumpre uma tarefa ligada á meta conquista uma vitória.
  5. Recomeçar a cada tentativa mal sucedida, sem se deixar abater pelo que não funcionou. Cada tentativa frustrada pode se transformar em combustível para prosseguir.
  6. Considerar as alternativas disponíveis para chegar aonde se quer. Muitas vezes o caminho para alcançar um objetivo trás novas informações que precisam ser consideradas, alterando o planejamento anterior. Saber reconhecer as necessidades do momento e fluir com elas é uma das habilidades fundamentais quando se quer alcançar um objetivo.
  7. Perceber as oportunidades presentes em todas as crises e não deixar que o pessimismo, o desanimo ou as dificuldades o afastem do seu objetivo. Mesmo quando a ação possível é a não ação, a escolha consciente da atitude a tomar mantém a energia conectada com seu objetivo, até que o momento oportuno para prosseguir se apresente.
  8. Estar disposto a pagar o preço. Não dá para ter tudo na vida, e a menos que você se disponha a abrir mão do que for necessário para conquistar seu objetivo, não será bem sucedido.
  9. Acreditar que cada um é arquiteto da própria vida. Quando se sabe aonde se quer chegar, os recursos necessários se apresentam desde que esteja comprometido com aquilo que quer. Compromisso com alguma coisa é não abrir espaço para nenhuma outra possibilidade que não seja cumprir aquilo com o que você está comprometido. Comprometa-se com seu objetivo e chegará lá.

Paulo sempre amou a natureza e a vida ao ar livre. Para ele, a liberdade valia muito mais do que dinheiro, bens materiais ou o conforto que um emprego convencional poderia representar. Por isso, aos 28 anos, depois de sete vestindo terno e gravata, pediu demissão da empresa onde trabalhava.

Decidiu que queria ter um barco para levar turistas em passeios pelo litoral do Rio de Janeiro e de São Paulo. Fez um levantamento do mercado de turismo e de quanto precisava para comprar seu primeiro barco. Com esse objetivo definido, foi trabalhar numa agencia de viagens vendendo pacotes turísticos enquanto aprenda mais sobre a área.

Traçou um plano e seguiu em frente. Entrou para um curso de inglês e outro de espanhol e, assim, a cada dia, dava um passo adiante na direção que havia traçado.

Como trabalhava muito e adorava viajar, conseguiu um bom salário com as comissões que ganhava. Enquanto aplicava quase tudo o que ganhava, continuava a fazer esportes e a ir para casa dos pais em Búzios sempre que podia. Alguns anos depois, com apoio do dono da empresa onde estava. Paulo foi a uma feira robótica para comprar seu primeiro barco.

A essa altura, dominava o inglês e o espanhol e estava aprendendo italiano. Começou a fazer pequenos passeios, levando turistas indicados pelo ex-chefe. Aos poucos, varias agencias de turismo e pousadas começaram a indica-lo e ele trocou de barco.

Logo, estava fazendo passeios maiores com paradas em restaurantes especializados em frutos do mar, com os quais estabeleceu parceria. O negócio progrediu e, em alguns anos, ele tinha três barcos e sua frota continuava crescendo. Ele contratou pessoas para trabalhar no negocio e pode viajar mais para fazer o que sempre quis: viver com liberdade nas paisagens belas do mundo.

 

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/09-dicas-para-conquistar-seus-objetivos-na-vida/

 

Beijos, Luciene Lima