Erros queimados (Motivação)


Um exemplo de otimismo foi demonstrado por Thomas Edison, o gênio inventor e um inveterado otimista, pela forma como reagiu a um aparente grande infortúnio.
Numa noite de 1914, seu laboratório, que valia mais de US$ 2 milhões na época e não estava no seguro, começou a pegar fogo, com todos os preciosos registros de Edison em seu interior.
No auge do incêndio, enquanto os bombeiros tentavam apagar o fogo, Charles, filho de Edison, freneticamente procurava o pai, que tinha o hábito de trabalhar até tarde da noite.
Aliviado, ele encontrou Edison fora do laboratório, fitando serenamente a cena.
O semblante de seu pai refletia o brilho das chamas e seus cabelos grisalhos esvoaçavam ao sabor da leve brisa.
Charles sentiu um aperto no coração vendo o pai, com 67 anos, testemunhar o trabalho de toda uma vida ser consumido pelas cinzas.
Após horas de silêncio. Edison disse a seu filho:
“Existe um grande valor num desastre como este. Todos os nossos erros são queimados. Graças a Deus e podemos começar tudo de novo”.
E Thomas Edison, de fato, começou de novo.
Até o incêndio ele tinha passado três anos tentando inventar o toca discos sem sucesso.
Três semanas de trabalho, após o desastre, ele conseguiu.

Fonte:  http://sucesso.powerminas.com/

Beijos, Luciene Lima.

Nenhum comentário: