Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Como anda sua conexão espiritual? (Motivação)




 "Nós não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual, mas seres espirituais passando por uma experiência humana."  (Theillard de Chardin)

"Na longa jornada da vida humana, a fé é a melhor das companhias, é o melhor refresco na viagem e é a maior das propriedades."  (Buda)

Se a espiritualidade não tivesse aplicação pratica não haveria sentido em despertar a consciência espiritual e se manter alinhado com ela.
De fato, a espiritualidade não é algo separado da vida diária, uma atividade, entre outras, a ser enquadrada na agenda.
A teoria do caos, formulada pelo meteorologista Edward Lorenz, diz que o bater de asas de uma borboleta no Brasil pode causar um tornado no Texas. A verdade é que estamos conectados, participando de uma rede infinita de causas e efeitos. Um só pensamento, palavra e gesto que alguém tem influem no destino da humanidade.
Cada pessoa recebe a chave da vida dentro do seu coração, embora a maioria passe a vida procurando-a do lado de fora. Por isso, tantas pessoas correm sem sucesso em busca do que esteve todo o tempo dentro de si, a falta de conexão com o ser verdadeiro gera desejos que jamais poderão ser satisfeitos.

Conexão espiritual
Viver conectado espiritualmente é manter a consciência alinhada em todos nos níveis: físico, emocional, mental e espiritual. É ter consciência de que somos seres multidimensionais, com canais de comunicação que funcionam além dos sentidos físicos.
Ao ingressar nessa consciência você compreende que a única forma de mudar a vida é mudando a si mesmo. E que precisa manter a atenção constante para não se distrair no caminho e se perder do que seu propósito. Então, apoderando-se da sua herança humana, empunhando a espada do coração, pode se tornar dono do próprio destino.
Você sabe que está vivendo espiritualmente quando a alegria, o entusiasmo e o amor fluem espontaneamente e você se sente leve e confiante.
Mesmo nos momentos difíceis, em que os desafios do crescimento se apresentam, ganha a força necessária para superar todos os obstáculos.
Espiritualidade no dia-a-dia é saber dizer sim e dizer não. Sem medo de buscar o próprio caminho, libertando a si e ao outro, quando essa é a melhor escolha.
É descobri que a inteligência infinita do universo está presente em seu interior e perceber que você tem tudo o que precisa para ser feliz.

A força do amor
Quando o homem enfrenta seu destino com coragem, abandonando a armadura do ego, pode romper as defesas que o separam do seu próximo. E, ao olhar o mundo através dos olhos espirituais, descobre que a força que reage o universo, a energia fundamental da vida, cura para os desequilíbrios é o amor.
Espiritualidade no dia-a-dia é deixar que o amor o guie.
Quando o amor guia sua vida, você deixa de viver no ego e abandona o senso de autoimportância que mantém a ilusão da separação.
Como só se pode dar aquilo que se tem, o amor pelo outro tem como pré-requisito o amor por si próprio amar a si mesmo é, portanto, a primeira das atitudes espirituais que se pode ter.
A consciência espiritual iguala todos os seres em sua essência, mostrando que ninguém é melhor ou pior do que ninguém, mas companheiros de experiência no planeta. Ao buscar a luz em cada ser com quem entra em contato, você se conecta com o amor.
Esse olhar amoroso vai se estender sobre cada pessoa com a qual entra em contato. E você passa a cuidar das suas ações como um jardineiro cuida das sementes plantadas em seu jardim
Perdoar, apoiar e compartilha são verbos que saem do dicionário para entrar na sua pratica.
Quando o amor flui, você se sente grato pela vida e por todas as suas experiências, principalmente as difíceis, aquelas que exigem muito de você, mas que contem as grandes oportunidades.
Aqueles que não estiverem em sintonia simplesmente se afastarão. É importante deixa-los ir, sem julgamentos ou exigências.
O ponto de vista amoroso não julga, não quer mudar o outro, mas aceita cada pessoa como ela é.

Espiritualidade a autoconhecimento
O mundo funciona como um espelho que reflete de volta aquilo que cada um trás dentro de si. O seu mundo interno, portanto, é a matriz a parti da qual você cria suas experiências.
Ao ignorar a necessidade de olhar para dentro, você se mantém separado do seu centro, perdendo a oportunidade de criar sua vida. E quem não é autor da sua historia vive de forma reativa, buscando a aprovação e a aceitação dos outros como uma confirmação do seu valor.
O autoconhecimento é o caminho mágico da conexão com quem você verdadeiramente é.
Conhecem a si mesmo o torna uma pessoa melhor, mais capaz de olhar para o outro com generosidade e compaixão. Este é o princípio da atitude espiritual.
Por meio da espiritualidade você se dá conta de que a vida acontece em varias dimensões. Essa consciência só se torna acessível pelo caminho interior.

Espiritualidade é abundancia.
Muitas pessoas descartam a ideia de espiritualidade temendo que ao se tornarem espirituais tenham que abrir mão dos prazeres do mundo.
Elas compartilharam a ideia estereotipada do homem espiritual como alguém alienado do mundo, meditando em uma montanha, encerrado em comunidades místicas, vivendo na pobreza e na escassez.
Na Terra, entretanto, as necessidade materiais concentram os esforços do homem que não quer apenas sobreviver, mas desfrutar o conforto e as atrações disponíveis para consumo.
O desejo de ter mais pode ser um incentivo para ser mais, já que dinheiro não é bom nem ruim, mas a energia de troca que movimenta o mundo.
A espiritualidade vivida plenamente significa abundancia em todos os níveis. Saúde, riqueza, alegria e prosperidade surgem como reflexo da atitude  interior de esta alinhado com o Espírito, com Deus, com a inteligência infinita do universo.
O ser espiritual pode viver no mundo desfrutando todas as coisas boas, mantendo a consciência de sua essência. Sem preconceitos e sem ilusões, porque vive no aqui e no agora e se alimenta da energia do amor.

Beijos, Luciene Lima.


Nenhum comentário: