Vovó de Concurseiro (a):

Filhinho, entendo a teu nervosismo, mas pare de reclamar de tudo. Se foi mal na prova, a culpa é do professor que é ruim, ou do Livro, ou da verruga inflamada, o vizinho que fez muito barulho, as dores nas costas. Quanta desculpa. Vovó sabe que você pode muito mais do que isso a ficar procurando pêlo em Ovo.
Aprende, netinho, gente negativa demais é um saco nos ovinhos do falecido Vovô. E a propósito revirou no túmulo quando contei que você passou o dia todo na internet mosqueando!
Prepare-se para os puxões de orelha do além. Vovô é bravo, cê sabe.
-
Te amo, mas se precisar vai levar sombrinhadas* até criar juízo.


Se a montanha vem até você, fuja. É desmoronamento.
Não espere seus sonhos caírem do Céu, nem ajoelhar no milho implorando por bençãos se não fizer a sua parte!
-
Reflita, filhinho(a)

2 comentários:

Anônimo disse...

Sonhos, Vovó e Vovô
 
Outro dia ia passando por uma rua e ouvi uma voz que vinha de um apartamento
- Esses sonhos ficaram uma porcaria, vou jogá-los fora e fazer outros
E pela janela lá se foram os sonhos
Não tive dúvidas, adoro sonhos, e lá estavam eles, caídos do céu
Nossa que delícia, lá de baixo gritei
A vovó saiu na janela e falou: - Não gostei da aparência deles, na verdade joguei lá de longe pra acertar no cesto de lixo que está ao lado da janela e errei alguns
- Que bom que gostou
- Vá em paz meu filho
- Obrigado, fique em paz Vovó
Fui embora e no caminho pensei: Sonhos também caem do céu, mas se ficar esperando talvez ninguém os jogue onde você está, temos que continuar em frente e talvez alguém os jogue
=========================================
Vovô se revirou, que bom Vovó, muito tempo numa mesma posição é ruim, pode afetar a coluna
Sobre pessoas negativas lembro-me que ele me falou:
- Meu neto, as vezes pegamos como exemplo alguém que se superou e não vemos a lado negativo disto
- Colocamos aquela pessoa como sendo o que queremos pra nós e então, sem querer, passamos a viver a vida daquele exemplo, e começamos a destruir o que somos e o que temos, sem perceber vamos fazendo isso, é inconsciente meu neto, simbólico diria Jung, catastrófico diria Freud
- Tenha sua vida como exemplo e como base, a vida dos outros te servirá como parâmetro para avaliação da sua, só isso meu netinho
- Quanto mais sofrido for o exemplo que pegamos, mais desânimo sentirá por não conseguir viver aquela vida, que convenhamos, não é adequada a sua experiência
E Vovô tendo dito isso, ficou em silêncio por muito tempo me observando de longe
Se servir serviu se não servir jogue no cesto de lixo e quem sabe acertará a janela e servirá pra alguém, pois, são Sonhos

Anônimo disse...

Sonhos da Vovó
 
Passei pela rua novamente e adivinhem só: nada de sonhos caídos do céu
Continuei andando, logo mais a frente há uma confeitaria, de longe olhei e lá estavam eles
Entrei e um cartaz anunciava: Promoção - Sonhos da Vovó - Só R$ 2,00
Não falei nada, só pensei: Vou experimentar, vamos ver se são mesmos da Vovó
Comprei e comi ali mesmo nem esperei chegar em casa
E não é que eram mesmo os Sonhos da Vovó
O mesmo gosto, a aparência era melhor (a Vovó tinha razão, como sempre)
Não resisti, fui até o balcão, para pedir outro? não, pedi pra conversar com o confeiteiro
Ele veio e me disse: - Pois não Senhor!
- Como arrumou a receita desses sonhos?
- Há tempos procurava novas receitas pra se fazer o que sempre fiz
- Outro dia ia passando naquela rua e achei um sonho escondido atrás da árvore e pensei: Parece gostoso e se sonhos não caem do céu alguém os fez, quem?
- Perguntei à Vovó que estava na janela e ela me disse que o havia feito
- Pedi a receita, e ela jogou pela janela e disse: -Tome aí meu filho
- Posso fazê-los e colocá-los a venda na confeitaria?
- Sim meu filho, mas lembre-se do que está escrito no blog da Ana Crônica "a César o que é de César"
- Pode deixar Vovó
- E aí estão eles, os R$ 2,00 remuneram o nosso trabalho e os Direitos Autorais ela renunciou em benefício de todos, mas os Sonhos todos já sabem que são dela
- É amigo, aquele sonho tinha caído do céu
- E agora teremos sonhos na hora que quisermos, sem incomodarmos a Vovó
- Obrigado
Até mais