Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Concurseiro Solitário GUIA DE ESTUDOS PARA INICIANTES BASEADO NO ESTILO FCC – PARTE 2

Pois bem, caros colegas concurseiros, continuando nossa série de artigos com algumas dicas para ajudá-los na guerra dos concursos públicos.

Para quem ainda não me conhece, meu nome é Michel e fui aprovado em 7º lugar para Analista Judiciário Área Judiciária no TRE PE (concurso com uma concorrência monstruosa de mais de 11.000 inscritos para 10 vagas), também passei pra técnico nesse mesmo TRE em 17º lugar (havia mais de 39.000 inscritos para 12 vagas). Fui aprovado também no Tribunal de Justiça do Pernambuco em 1º lugar para Oficial de Justiça e em 2º lugar para o cargo de Analista Judiciário. Além disso, obtive a aprovação de meus sonhos no TRE CE (1º lugar para o cargo Analista Judiciário Área Judiciária e 1º também para o cargo de Técnico Judiciário Área Administrativa).

Nessa segunda parte vou dar dicas sobre dois pontos que considero importantes na preparação de qualquer candidato e que foram decisivos nas minhas aprovações.

EXERCITANDO (RESOLUÇÕES DE QUESTÕES)

Para fixar os artigos lidos e saber o que a FCC cobra daquela lei, é indispensável que você resolva muitas questões. Faça isso da seguinte forma:

- Procure resolver o máximo de questões possíveis do assunto estudado. Você pode resolvê-las logo depois de ver o assunto. Mas quando estiver estudando o assunto pela segunda vez, resolva as questões apenas alguns dias depois (5 dias já está bom) que você tiver estudado o assunto, pois assim você poderá visualizar melhor se está conseguindo reter bem os artigos. Fazendo isso você força mais a sua memória e aprende melhor.

- Recomendo que você acesse sites ou blogs de professores que disponibilizem questões com gabarito comentado e colecione essas questões filtrando-as por assunto, banca, órgão, ano, matéria, etc. Esse método é meu braço direito e minha ferramenta secundária de estudo (A principal é o meu Vade Mecum).

- Resolva questões comentando cada item para que saiba por que cada afirmativa é errada, pois você não precisa saber apenas qual é a opção certa, mas tem de saber também porque as outras assertivas são erradas.

- Acesse os fóruns nas redes sociais ou participe de grupos de estudo, para tirar dúvidas de outros colegas. Afinal, é ensinando que se aprende.

Existem outros métodos alternativos de resolver questões como o programa Superprovas, mas nunca o usei e não posso opinar sobre ele.

RELEMBRANDO O CONTEÚDO ESTUDADO (OS RESUMOS PESSOAIS)

Para memorizar melhor o conteúdo visto, adotei uma tática de elaborar resumos pessoais. Com esses resumos você conseguirá memorizar muito mais rapidamente os assuntos e terá mais dificuldade em esquecer aquele tema que você estudou duas semanas atrás.

Vejamos os seguintes passos:

Passo 1 - Elabore resumos de toda a matéria apenas com aquelas partes da lei mais importantes e mais difíceis de aprender. Você deve fazer um resumo bem sucinto mesmo, pois você sempre lerá o seu resumo pessoal antes de começar a estudar o assunto do dia. Eu prefiro elaborar esses resumos no computador mesmo, pois assim posso excluir e incluir informações facilmente sem borrar nada. Meus resumos têm no máximo 10 páginas, pois assim posso lê-los em cerca de 30 minutos. Isso mesmo, em 30 minutos você poderá rever todo o conteúdo de Direito Constitucional, por exemplo. Importante! Não inclua nesses resumos informações que você já sabe bem. Ex.: num resumo de Direito Constitucional você não precisa escrever que a Constituição é a lei maior do Brasil e que todas as outras leis não podem ir de encontro à Carta Maior. Isso, até o meu avô sabe. Num resumo de D. Administrativo não é preciso colocar que a administração pública deve obedecer aos princípios da Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência (o famoso LIMPE).

Passo 2 - Ao digitar seus resumos. Use uma fonte de tamanho que não dificulte a leitura (fonte tamanho 13 ou 14 é suficiente). Use e abuse dos recursos do editor de textos (recomendo o uso do Br. Office, pois assim você também treina para as provas de informática, as quais cobram mais o Br. Office do que o Word): elabore tabelas; inclua desenhos; de acordo com a hierarquia das palavras dentro do assunto, mude as cores das letras; use as ferramentas de realce. Ou seja, faça um verdadeiro carnaval de cores em seus resumos. Estudos comprovam que o cérebro retém mais facilmente as informações lidas com letras e páginas coloridas do que assuntos lidos no velho “preto e branco”.

Passo 3 - Para memorizar melhor os prazos e as proporções, os quais a FCC ama cobrar em prova, elabore um arquivo de texto com TODOS os prazos e proporções de TODA a matéria. Leia esse arquivo diariamente (eu dividi o meu em duas partes, leio cada parte em um dia e levo cerca de 20 minutos para fazer isso). Quem já conseguiu a CNH já passou por isto. Teve que decorar todas as placas de trânsito lendo elas constantemente. Se funcionou com o DETRAN, também funcionará com a FCC. Eu sei, são muitos os prazos, mas depois de um mês lendo esse arquivo eu garanto como você saberá 90% deles.

Pessoal, o segredo maior do estudo é a repetição. Ler várias vezes a mesma lei, resolver diversos exercícios e ficar sempre revendo a matéria através dos resumos elaborados por você mesmo.

RESUMO DA ÓPERA – Não economize nos exercícios e muito menos nos resumos... Treine o máximo que puder, de preferência com questões da provável banca que irá realizar o seu concurso. Seja prático, estude com eficiência e os resultados logo vão começar a aparecer, como apareceram para mim.

MICHEL OLIVEIRA DE SOUZA é um concurseiro de sucesso que acredita na difusão do conhecimento.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um(a) revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.
----------------------

Um comentário:

Fernando Recicle Ideias disse...

muito boa esse post, recomendo e confesso que alguns desses atos tenho praticado, porém, sem assiduidade não conseguirei o que quero.