Com medo do bicho-papão


A situação é a seguinte: você está se preparando com toda a dedicação, dando o máximo do seu empenho até que encontra um “amigo”. Você conta para ele que está se preparando para um determinado concurso público, aí ele te diz: tem um colega meu que está se preparando para esse concurso. O cara está estudando 15 horas por dia há dois anos e é formado em física, com pós-graduação em direito quântico aplicado à estatística”. O que você pensa? “Pegou a minha vaga”!

Esse é o bicho-papão ! Você vai ouvir falar de muitos “bichos-papões”, mas...não vai ver nenhum! Ele é igual àquele bicho-papão da época da infância: simplesmente não existe. 
Esqueça esses monstros, não vale a pena perder tempo com seres imaginários.
 
Prof. Wilson Granjeiro

2 comentários:

Anônimo disse...

Aí você encontra outro amigo, o cara estuda 24 horas por dia (até quando dorme) e já faz bem mais de 30 (trinta) anos
Em matéria de física até escreveu um texto sobre a "Teoria da Criatividade"
E aí você pensa, pô esse cara é um Ser de Pura Imaginação
Você continua a participar do concurso e não se importa com ele não, pois sabe que seres assim sempre deixam a vaga logo após o edital de publicação e vai tentar fazer algo em algum curso de pós-graduação quem sabe em Medicina Veterinária sobre a "Teoria da Criação"
...

Anônimo disse...

Aê esse mesmo cara que estudou 200 horas por dia, na hora da prova tem um branco ou uma crise de síndrome do pânico... então vamos devagar e sempre... como dizem os antigos: Devagar que eu estou com pressa...
Minha hora vai chegar!
ANDREAG