Por Catia: O poder da persistência e da paciência!


Qualquer pessoa, sobretudo, um Concurseiro; tem a necessidade de ser reconhecido de forma imediata. Essa ansiedade vai muito aquém de uma independência financeira apenas, é provar para si mesmo de que se é capaz. Tal satisfação é pelo tempo dedicado e as abnegações durante o trajeto.

Em suma, e talvez um dos maiores empecilhos que enfrentamos é a falta de paciência, provavelmente um dos grandes motivos que levam a grande massa desistir.

Estou neste mundo há quase três anos, e confesso que no começo o intuito era apenas acompanhar de perto a rotina de vocês. Por curiosidade e profissão. Entretanto, acabei pegando gosto pela coisa, e de especialista em Concursos Públicos, por Marketing e Projetos pessoais, acabei me transformando verdadeiramente em uma Concurseira. Viciei, tomei por desafio e objetivo da minha vida. Sem mencionar nos grandes amigos que fiz, e ainda os tenho. Maior Dádiva de todos, posso contabilizar cheia de orgulho. São os que me dão um gás a mais, e vice-versa. Uma troca boa de energia que foi se espalhando.

Hoje:

Antes de qualquer coisa, traço minhas metas e cronogramas, começa a partir daí o que se chama de planejamento que dará início a tantos outros passos importantíssimos, obviamente que nem sempre os cumpro como deveria, contudo, é um grande começo, e necessário para se organizar. E olha, conforme o tempo vamos adquirindo bons hábitos e disciplina. Basta querer e agir de fato. Um passo de cada vez. Sem neuras...

Procurando aos poucos adaptar a rotina, reestruturar e reorganizar conforme cada certame. Cada um tem um jeito diferente e facilidades de memorizações distintas. O começo ficava caçando grandes ideias e pedindo palpites para um ou outro de como deveria estudar, mas conforme o tempo foi passando fui notando que, apesar das boas dicas, 70% deveria vir do que se encaixaria no meu dia-a-dia, o meu perfil, minha personalidade. Não há fórmulas de estudos igual para todos. Cada qual com seu organismo e suas limitações1 Com o tempo verá que tenho razão. O máximo é agregar boas dicas e a partir daí criar a sua estratégia de estudos.


Fernando Dolabela no livro O segredo de Luísa (1999, p. 37) diz, que o sucesso não decorre tão somente de determinadas características comportamentais, mas certamente se pode afirmar que um conjunto de condições, presentes no individuo, contribuirá para o seu sucesso.

Andei dando uma pesquisada sobre comportamento dias atrás o qual estava me sentindo meio fadigada e desanimada. E li um artigo interessante que se encaixa perfeitamente em nossa rotina:


Baseado na pesquisa de Timmons e Honarday (1994 e 1982 apud Dolabela, 1999, p. 37), o autor apresenta, a seguir, as principais características de Vencedores:

§ O Vencedor tem um “modelo”, uma pessoa que o influência,

§ Tem iniciativa, autonomia, autoconfiança, otimismo, necessidade de realização;

§ Trabalha sozinho;

§ Tem perseverança e tenacidade;

§ O fracasso é considerado um resultado como outro qualquer. O empreendedor aprende com os resultados negativos, com os próprios erros;

§ Tem grande energia. É um trabalhador incansável. Ele é capaz de se dedicar intensamente ao trabalho e sabe concentrar os seus esforços para alcançar resultados;

§ Sabe fixar metas e alcançá-las. Luta contra padrões impostos. Diferencia-se. Tem a capacidade de ocupar um espaço não ocupado por outros, descobrir nichos;

§ Tem forte intuição. Como no esporte o que importa não é o que se sabe, mas o que se faz.

§ Tem sempre alto comprometimento. Crê no que faz;

§ Cria situações para obter feedback sobre o seu comportamento e sabe utilizar e controlar recursos;

§ É um sonhador realista. Embora racional, usa também a parte direita do cérebro;

§ É líder. .. É comparado a um “líder de banda”, que dá liberdade a todos os músicos, extraindo deles o que têm de melhor, mas conseguindo transformar o conjunto em algo harmônico, seguindo uma partitura, um tema, um objetivo;

§ É orientado para resultados futuros e longo prazo;

§ Tece “rede de relações” (contatos amizades) moderadas, mas utilizadas intensamente como suporte para alcançar os seus objetivos.

§ Cultiva a imaginação e aprende a definir visões;

§ Traduz seus pensamentos em ações;

§ Define o que deve aprender ( a partir do não definido) para realizar as suas visões. É pró-ativo diante daquilo que deve saber: Primeiramente define o que quer, a aonde quer chegar, depois busca o conhecimento que lhe permitirá atingir o objetivo. Preocupa-se em aprender a aprender, porque sabe que no seu dia a dia será submetido a situações que exigem a constante apreensão de conhecimentos que não estão nos livros. É um fixador de metas;

§ Cria um método próprio de aprendizagem. Aprende a partir do que faz. Emoção e afeto são determinantes para explicar seu interesse. Aprende indefinidamente;

§ Tem capacidade de influenciar pessoas;

§ Assume riscos moderados, gosta de riscos, mas faz tudo para minimizá-los;

§ Tem alta tolerância a ambigüidade;


Quando me sinto desmotivada outros dois grandes exemplos que procuro me espelhar e, sempre que posso, leio a trajetória deles são:

Samuel Klein – Casas Bahia

www.casasbahias.com.br.

Samuel Klein nasceu na Polônia. Com o pai aprendeu a profissão de marceneiro. Quando os nazistas invadiram a Polônia, foi levado com o pai para Maidanek, o terceiro maior campo de extermínio dos judeus durante a Segunda Guerra. A mãe e os irmãos mais novos foram levados para reblinka, de onde nunca mais saíram.

Em 1944, quando o Exército Vermelho da Rússia avançava sobre os nazistas para libertar a Polônia, Samuel Klein com outros prisioneiros foi levado rumo a Auschwitz. Como não havia mais trens, teriam de caminhar os 50 quilômetros a pé, em direção ao rio Vizla, o maior da Polônia, região de fronteira. Quando parou em vasto campo de trigo, Samuel decidiu colocar em ação um plano ousado. Talvez fosse sua última chance de sobreviver. Pediu licença a um dos soldados para fazer a necessidade fisiológica e embrenhou-se em meio à plantação. Com muito cuidado, foi se afastando em meio ao trigal, bastante alto naquela época. O dia inesquecível em sua vida era 22 de julho.

Samuel Klein conseguiu voltar para sua antiga casa. Ela estava completamente destruída. Em troca de comida, foi trabalhar em uma pequena fazenda nas proximidades.

Ao final da guerra reencontrou com júbilo a irmã Sezia (que tinha fugido para a Rússia em 1939) e o irmão Salomon, que hoje vivem em Nova York.

Depois da guerra os irmãos Klein foram para a Alemanha administrada pelos norte-americanos e tiveram a grata surpresa de reencontrar vivo o pai.

Nesta grande cidade alemã Samuel conheceu Channah, com quem se casou. Sentiram que era hora de deixar a Europa e reconstruir a vida em outro lugar. Samuel queria emigrar
para os Estados Unidos, mas não conseguiu. A cota de emigração estava cheia. Decidiu ir para a América do Sul, onde tinha alguns amigos. Conseguiu visto para a desconhecida Bolívia e lá chegou com a esposa e o filho Michael.

Em 1952 a Bolívia vivia uma situação social muito complicada, e lembrou-se de uma tia que morava no Rio de Janeiro. Com a família foi se estabelecer em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. Iniciou então sua fascinante carreira de comerciante. Experiência de vida e vontade de vencer não lhe faltava. Em menos de dois meses conseguiu autorização para viver no Brasil.

Adquiriu uma charrete e cavalo e tornou-se mascate, vendendo roupas de cama, mesa e banho de porta em porta. Em cinco anos de dedicado trabalho, conseguiu capital para abrir sua primeira loja, chamada Casas Bahias. Era a sua homenagem a seus fregueses, na maioria baianos.

EMOCIONANTE, NÃO ACHAM?


O outro que admiro demais também é ABRAHAN LINCOLN. Li a história dele através do Livro do Autor Augusto Cury - Nunca Desista de seus Sonhos.

Jovem simples, filho de lavradores, não teve privilégios sociais e raramente ganhava presentes. Perdeu a mãe aos nove anos de idade. A pesar de uma vida sofrida, tinha um grande diferencial: Reclamava Pouco.

Sua grande paixão era a leitura, lia muitos livros, o que fazia com que sua inteligência crescesse cada vez mais, produzindo sonhos e criatividade. Como todos, tinha o sonho de ganhar dinheiro, ter prestigio social e conquistar uma vida tranqüila, foi quando decidiu montar seu primeiro negócio, cujo resultado foi à falência. Ficou muito abalado, mas não se submeteu ao controle da derrota.

Resolveu então candidatar-se a um cargo político, o resultado foi à derrota. Ficou abatido por dias, não queria falar com ninguém mais.

Mas logo levantou a cabeça e resolveu abrir um outro negócio, que novamente decretou falência. Desta vez entrou numa depressão que acreditava não sair mais.

Viu que aquela profunda tristeza não o levaria a nada, decidiu então candidatar-se novamente a Deputado Federal, e mais uma vez foi derrotado. Depois disso Abraham Lincoln candidatou-se mais cinco vezes, e em todas as candidaturas os resultados foram os mesmos: A derrota.

Entretanto, era jovem e sonhador, possuía idéias revolucionárias, entre uma derrota e outra ficava frágil e abatido, porém, nunca desistia de seus objetivos. Perante todos tinha a imagem de derrotado, acreditavam que nunca mais veriam falar do homem que colecionava derrotas.

Foi quando resolveu candidatar-se a presidente da República, o resultado desta vez, deixou todos perplexos, foi eleito o 16º Presidente da República dos Estados Unidos.

Seus feitos foram: emancipação dos escravos de seu país, foi um grande poeta da democracia moderna e dos direitos humanos. Por tudo isso Abraham Lincoln fez a diferença no mundo inteiro, nunca desistiu de seus sonhos, foi um sobrevivente a cada derrota, aprendia com cada uma delas, acreditava que o prazer não estava na conquista, mas nos obstáculos que havia de enfrentar.

Sofreu um atentado dentro de um teatro por um ex-ator escravista radical. Levou um tiro na nuca, e morreu no dia seguinte. Abraham Lincoln morreu, mas seus sonhos prevalecem até hoje influenciando milhares de pessoas em todo o mundo. Fico arrepiada toda vez que leio o artigo.

E nós por muito menos ficamos reclamando ou dizendo que vamos desistir!!!

Ambos tinham coragem, persistência, otimismo, iniciativa, necessidades de realização, aprenderam com o fracasso, dedicaram-se incansavelmente ao trabalho, assumiam e calculavam os riscos, eram tolerantes, influenciaram pessoas, preocuparam-se em aprender, eram realistas. Não se importavam se as pessoas riam deles, ou se estavam, na maioria das vezes, sendo taxados de loucos e sonhadores.

Sonharam, objetivaram, planejaram, e persistiram!!


Uma frase que me marcou demais:

"Não existe ninguém que não possa ensinar algo a alguém, e não existe ninguém tão excelente que não possa ser superado."


Não se importe se é subestimado, não dê importância as falácias. Não se deixe abater pelas mazelas da vida!

Os dois exemplos que citei, um dia pode ser você contando a tua história, seja em Livros, ou aos seus filhos, netos, tataranetos...etc e tal...

Nada vem de mão beijada. Grandes conquistas requerem grandes batalhas! Perdem-se muitas, contudo; foque no final da GUERRA. Não contabilize suas derrotas, apenas as lições tiradas e crescimento que for adquirindo de cada um delas.

Pensem nisso, pois eu penso todos os dias em que a sombra da derrota tenta se alojar no meu coração, e quer saber? Passa viu!? É questão de escolha. Decida definitivamente de qual lado deseja estar. Imagine o seu futuro daqui alguns anos. Trabalhe! Trabalhe! Trabalharemos, e assim chegaremos, mesmo que demore, onde tanto almejamos estar!

Tem fé? Crê nisso? EU TENHO, e é inabalável!!!

Abração de Ursa da Pipoca






2 comentários:

Anônimo disse...

Ursona,
você é demais!

Não conhecia o motivo que te levou a entrar no mundo dos concursos! ("marketing" e "projetos pessoais")


Entrou de cabeça nesse mundo, com os seus materiais, dicas, cronogramas, planejamentos, organização, muito estudo e muita fé.


Fico muito admirado com o seu gosto pela leitura, que se iniciou muito antes de estudar para concurso.

Nunca tive muito gosto pela leitura e acabo conhecendo algumas das melhores históricas, obras e pensamentos publicados por meio de você.


Sua história também será muito interessante, mesmo que você não passe necessidades financeiras, nesse seu momento de batalha!


Vou dar um jeito de ir a sua posse!!rs



Quase nunca imaginei o meu futuro, como você sugeriu, mas vou parar uma hora e fazer isso. Me preocupo com o presente e, infelizmente, muito mais com o passado....rs

Mas com você vou aprendendo a viver melhor, para criar mais condições para um futuro feliz.


Obrigado,

Brás

Carlos Amaral disse...

Olá, Catita querida!!!!
Primeiramente, desculpas pelo sumiço, faz tempo q não dou notícias. Depois te explico melhor o q houve.
Admiro demais vc, amiga querida. Admiro sua fé, sua perseverança, sua força de vontade e sua sinceridade!!! Vc dá a cara à bater qdo é preciso, enfrenta os problemas de cabeça erguida, e sempre tem uma palavra ou uma mensagem positiva nos momentos difíceis!!!
Que Mestre Jesus ilumine sua vida, sua caminhada e que te guie até a sua merecida vitória!
Um grande beijo, e uma iluminada semana!
Carlos.