Dezessete das 90 faculdades reprovadas na OAB são de SP


Das 90 faculdades de Direito cujos bacharéis se submeteram aos últimos exames obrigatórios da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e não tiveram nenhum candidato aprovado, 17 estão situadas em São Paulo, dez na Bahia, dez no Paraná, nove em Minas Gerais e três no Estado do Rio de Janeiro. Existem hoje, em todo o País, 610 escolas superiores de direito inscritas no Ministério da Educação.
Veja aqui o desempenho das instituições de ensino no Exame de Ordem.
O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, encaminhou nesta terça-feira ao ministro da Educação, Fernando Haddad, ofício com a lista dessas 90 faculdades, requerendo que sejam submetidas ao regime de supervisão. Ou seja, seus índices de aprovação em "exames de proficiência" passam a ser acompanhados de perto pelo MEC, devendo ainda cumprir algumas metas estabelecidas pelo ministério, sob pena de serem punidas com redução de vagas, suspensão de cursos e, em casos extremos, fechamento.
Das escolas de Direito que "tiraram nota zero" ao fim das duas etapas do último exame da OAB, em dezembro do ano passado, as que apresentaram o maior número de candidatos reprovados foram as seguintes: Faculdade Gama e Souza (FGS), do Rio de Janeiro, 42 inscritos e reprovados; Faculdade Metropolitana de Camaçari (Famec), da Bahia, 42; Faculdade Politécnica de Campinas (Policamp), 33; Faculdade São José (FSJ), do Rio de Janeiro, 32; Instituto de Ensino Superior de Foz do Iguaçu (Iesfi), 32; Faculdade Campo Limpo Paulista(Faccamp), 16.
O Exame de Ordem, realizado em dezembro de 2010, reprovou 88,275% dos 106.891 bacharéis em Direito inscritos na seleção. Do total de candidatos, apenas 12.534 foram aprovados.   


Fonte: terra.com.br

Nenhum comentário: