Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Por Catia: Reconheça uma amiga(concurseira ou não) invejosa.

Dicas para identificar uma amiga invejosa Nada pior do que descobrir que aquela amiga, na qual você vinha confiando há tempos, não é tão gentil e inofensiva quanto parecia. Acontece o tempo todo: a gente se aproxima, começa a confiar e depois vê que a guria não passava de uma “chupa-cabra”! Não há arruda que aguente esse tipo! A única solução é identificar a praga e erradicar da sua vida o quanto antes. Vamos às dicas para reconhecer essa vampira e dar um chega pra lá nela:• Se você faz algo admirável (no trabalho ou no curso) e ela não, ela não consegue dar parabéns e fica visivelmente incomodada;• Ela fica chateada se você sai com outra amiga e não a convida;• Sente-se mal se for tratada da mesma maneira que outras pessoas, pois acha que é mais especial que todo mundo;• Quando encontra a turma, ela quer ser o centro das atenções e passa por cima de qualquer um para conseguir;• Ela critica pessoas famosas ou que não conhece;• Quando você emagrece ou muda o visual, ela é a única que não comenta nada (ou fala com desdém);• Quando você usa uma roupa legal, logo ela pergunta onde comprou e na semana seguinte aparece com a mesma peça ou uma parecida;• Ela nunca está contente com o que tem e vive reclamando da vida;• Fica incomodada quando você fala bem de outra amiga;• Não compete se não tiver certeza que vai ganhar.Brasil, quem tem esse tipo de amiga, não precisa de inimigo! Se você identificou alguém com muitos dos hábitos citados acima, cuidado! Manter uma relação como essa pode não valer a pena, avalie!Esse post foi inspirado no livro GENTE TÓXICA, Como Lidar Com Pessoas Difíceis e Não Ser Dominado Por Elas, de Bernardo Stamateas. Mais posts de comportamento no Dica do Dia Imagem: ThinkStockPhotos

Nada pior do que descobrir que aquela amiga, na qual você vinha confiando há tempos, não é tão gentil e inofensiva quanto parecia. Acontece o tempo todo: a gente se aproxima, começa a confiar e depois vê que a guria não passava de uma “chupa-cabra”!

Não há arruda que aguente esse tipo! A única solução é identificar a praga e erradicar da sua vida o quanto antes. Vamos às dicas para reconhecer essa vampira e dar um chega pra lá nela:


• Se você faz algo admirável (no trabalho ou no curso) e ela não, ela não consegue dar parabéns e fica visivelmente incomodada;

Não te elogia de maneira alguma, ainda mais se você chama mais a atenção do que ela. E sempre que pode dá um jeitinho de deixar seus defeitinhos enormes( a maioria das vezes com piadinhas que parecem inofensivas). Menospreza o cabelo, menospreza a forma que você estuda, vive colocando defeitinhos aqui acolá!


• Ela fica chateada se você sai com outra amiga e não a convida;

• Sente-se mal se for tratada da mesma maneira que outras pessoas, pois acha que é mais especial que todo mundo;


• Quando encontra a turma, ela quer ser o centro das atenções e passa por cima de qualquer um para conseguir;


Vasculha suas notas.


Tudo que você faz, fotos, comentários, qualquer atitude ou passo que dá, será tema para fazer algum comentário maldoso, e muitas das vezes pelas costas.


Deseja tudo que você tem. Vive na sua sombra, mas não admite.

• Ela critica pessoas famosas ou que não conhece; Ou seja, fala mal de todo mundo!!

(basta analisar algumas atitudes e pode ter certeza que se faz com outro faz com você, falar mal dos outros é vicio).

• Quando você emagrece ou muda o visual, ou tira uma nota maior que a dela, ela é a única que não comenta nada (ou fala com desdém);

• Quando você usa uma roupa legal, compra um livro bom, investe em curso melhores, logo ela pergunta onde comprou e na semana seguinte aparece com a mesma peça ou algo parecido; Isso quando não pegar a apostila ou livro na sua frente, abre e quer estudá-la como se fosse a dona do pedaço. Te SUGA no que pode.

• Ela nunca está contente com o que tem e vive reclamando da vida;

• Fica incomodada quando você fala bem de outra amiga;

• Não compete se não tiver certeza que vai ganhar.

Quem tem esse tipo de amiga, não precisa de inimigo! Se você identificou alguém com muitos dos hábitos citados acima, cuidado! Manter uma relação como essa pode não valer a pena, avalie!

Esse post foi inspirado no livro GENTE TÓXICA, Como Lidar Com Pessoas Difíceis e Não Ser Dominado Por Elas, de Bernardo Stamateas.


3 comentários:

Anônimo disse...

Os que sabem compartilhar olham-nos nos olhos e com uma satisfação que vem da alma nos brindam, não com a taça, mas com seu respeito e admiração
As borbulhas da champagne buscam somente a superfície, estão vazias, e mesmo aquelas que estão lá no fundo da taça se iludem, pensam que o caminho mais fácil é atravessar a finíssima camada de cristal
Um leve sorriso as diferenciam
Ser Mulher ou uma Borbulha é apenas uma questão de leveza
Um grande Abraço

Anônimo disse...

agora aprendí como chamar esses "cerumanos" que me cercam...
Até aqui no blog tem deles... aqueles que só pensam em combater tudo o que vc escreve, desqualificando tudo o que se pretende fazer como se a outra pessoa não tivesse valores morais, pessoais, profissionais, etc.
Fazer o quê? onde vive o leão, tbém vive o verme.
Bjs pipoca!
Claudio.

Anônimo disse...

Reconhecendo um amigo...
Ser Mulher ou uma Borbulha é apenas uma questão de leveza
Ser Leão ou ser um Verme é apenas uma questão de escolha
Para entrar numa jaula com leões ou num caixão com vermes sem espernear de inveja, sem gritar de medo e nem morrer só há uma forma
SER HUMANO