Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Distrito Federal aprova greve por tempo indeterminado

Os servidores do Judiciário e do MPU do Distrito Federal se reuniram em assembleia ontem e aprovaram a greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após a categoria se dividir em grupos e avaliar, por local de trabalho, a repercussão das paralisações de 24 horas e de 48 horas realizadas na última semana.

“Embora o movimento no TRT e TST ainda não esteja no ponto ideal, o compromisso dos servidores desses tribunais é no sentido de construir a greve, de paralisar o máximo possível e ir a todos os atos que o Sindjus chamar. Vamos para a greve, vamos à vitória”, disse Cledo Vieira, relator do grupo da Justiça do Trabalho e coordenador-geral do Sindjus.

Na Justiça Eleitoral o discurso também não foi diferente. “Queremos construir uma greve forte, unida, com todos os servidores indistintamente, seja novato, seja antigo, somos um corpo único, uma categoria única e pregamos a união”, declarou Antonio Silva, relator da Justiça Eleitoral e diretor do Sindjus. Os servidores do TJDFT também defenderam a greve e lembraram a importância de seguir chamando cada dia mais pessoas para reforçar o movimento.

Jean Loiola, coordenador da Fenajufe e porta-voz dos servidores do Ministério Público, disse que no Ministério Público é greve por tempo indeterminado até que se feche a negociação em torno do nosso reajuste”.

No Rio Grande do Sul, o entendimento é que somente a unidade, em nível nacional, levará à vitória. Por isso, a direção do Sintrajufe segue o que foi definido na reunião ampliada da Fenajufe de 30 de abril, de construção da mobilização e definição do início da greve por tempo indeterminado pela XVI Plenária, que acontece de 3 a 5 de junho. Amanhã está programado o Dia Nacional de Luta na Justiça do Trabalho. No TRT, haverá almoço coletivo às 12h30min e, às 13h, ato público.


http://sintrajufe.tempsite.ws/novo/noticias/noticias_detalhes_site.asp?CodNoticia=5802&

Nenhum comentário: