Por Iara Cristina: ÉTICA


Oi, amigos!
  

Nos encontramos mais uma vez aqui no blog para falar sobre concursos, editais, matérias, livros, estudos. Tudo isso é muito válido para ser guia neste processo árduo, que é a busca pelo sonho de ser servidor público. Muitos de vocês vão encarar a primeira prova, outros a centésima. Alguns, inclusive já são servidores mas, procuram uma nova oportunidade. 
Qualquer que seja a sua situação te convido a não se acomodar. E já aproveito para te parabenizar. Pois se você está aqui conosco é porque quer construir sua própria caminhada. 
Mas, te convido a fazer um outro tipo de reflexão.  






Imagine você de posse do seu cargo, funcionário público. De que forma age ou agirá? Será daqueles servidores que trabalharão de cara fechada maltratando todos ao seu redor? Será uma pessoa desmotivada e que se acomodará com o seu salário fixo no fim do mês e já basta? 
Tenho certeza que não! Mas, precisamos pensar sobre isso. Devemos cultivar em nossos corações desde já, a ética. Em todas as nossas atitudes, por menores que sejam. Como isso faz falta no dia-a-dia... Não só no serviço público!!! Te convido a um momento de reflexão. Para quem se dedica e estuda a aprovação é questão de tempo. Mas, a questão é muito mais séria. Te convido a espalhar no meio do funcionalismo toda a sua ética, energia, criatividade e eu te digo que vale muito a pena fazer a diferença... Parabéns, amigos por já estarem nesta batalha tão árdua. Vamos arregaçar as mangas pois temos muito trabalho pela frente. Você é muito importante. Faça a diferença! 


Beijos e ótima semana de estudos e reflexão.




2 comentários:

Cleytonfernandes disse...

É isso aí pessoal, não vamos mudar do vinho para a água. "Quem muda o caráter muda a consciência é essencial manter a essência (...)" excelente postagem Iaia, um beijo boa noite.

Vinny disse...

É bom conhecer sobre a carreira também. Nenhum serviço é um eterno mar de rosas, existe o lado bom: para alguns uma boa remuneração ou uma jornada flexível e menos estafante. Existe também o lado ruim: como trabalhar em escalas, atender ao público, trabalho fins de semanas, por exemplo TRE sabe-se que em ano de eleição cartório eleitoral funcional de segunda a segunda...
Você precisa fazer aquele autoexame não é mesmo? Será que vou gostar disso? Será que quando acontecer aquilo eu vou reagir bem? Uma escolha que precisa ser pensada em todos os sentidos. Porque é díficil entrar, por outras questões será díficil sair. No final nem sempre salário é importante, é preciso ter uma segurança para trabalhar e poder desempenhar sua função com o máximo de efitividade. Outras vezes você necessita de recursos e é muito frustrante você não dispor muitas vezes nem de água para beber ou de um banheiro em condições mínimas de higiene.

Relato tudo isso porque em certo momento você esquece a ética por causa das necessidades básicas. E claro, ninguém merece nada. Por vezes precisamos ser desproporcionais no sentido de não revidar qualquer ofensa, ainda que alguns já cheguem com 700 pedras.
A batalha é árdua para entrar, também o será para permanecer e assim servir verdadeiramente ao público tem esse significado.

Até +