Homenagem às Mulheres

Quem disser que sua fragilidade a limita corre sério risco de se enganar, certamente elas não vacilam, dão a nós a maior prova de superação: viver a vida!

Sempre determinadas, são seres com uma capacidade imensurável de amar.
Elas são únicas. Jóia raras que os poetas ousam incessantemente em descrever, porém na mesma proporção fracassam.

Caminham por um vasto jardim, cada mulher, uma flor distinta, especial, mistura de aromas ou seria o suor que naturalmente escorre por sua face incansável de mãe, mulher, amiga. Que mesmo encontrando seus limites encontra espaço para ser linda. E ao final de um sorriso ser mais bela ainda.
Quais mistérios escondem uma mulher? De onde vem essa força? Como consegue dar provas de tanta habilidade em conquistar, buscar desafios incompatíveis com seu corpo frágil. Sem medo vão e voltam com o troféu em mãos. Guerreiras como nunca, seus olhos nunca se cansam de esperar dias melhores, acreditam até o fim no amor verdadeiro.

Donas de uma sensibilidade incrível, seus gestos são dignos do Nobel. A velocidade em que percebem e oferecem as mãos em auxílio são fantásticos.

São livros que quando abertos contam as histórias mais lindas, seus sentimentos sempre transparentes, suas verdades, traumas, dias felizes e tristes. Quando uma mulher se mostra como verdadeira é se torna ainda mais irresistível.


Impossível imaginar o homem que não reconhece em tal mulher a grandeza.


Difícil acreditar em tão grande ódio animal capaz de violar, abusar, despedaçar essas rosas. O ser humano em seu lado mais cruel é capaz das maiores atrocidades, infelizmente, elas ainda são as maiores vítimas dessa covardia.


Mulher que é musa inspiradora de tantos versos, tantas poesias, anseios de poetas,capaz de despertar amores platônicos, isolam meus versos, onde em montanhas repousam e refletem em busca de sabedoria para escrever.

Se falar da mulher aparentemente comum já gera tantos elogios, imagina uma mulher concurseira. Seria ela mais que uma heroína. Difícil imaginar alguém tão sensível suportar uma jornada dupla, tripla, significa cuidar de filhos, casa, maridos, trabalhar e no final do dia retirar forças para estudar.
São mulheres que suportam dores e cólicas. Choram mais ainda continuam, sua esperança não cessa, o céu é o limite, continue sempre, liberam um sorriso encantador, fazem isso porque amam muito. E vencem obstáculos que muito marmanjo ficaria tremendo.

Formosas desfilam sabedoria e astúcia. São detentoras dos mais altos cargos, com competência conquistam tudo que desejam. Mulheres de raça, mulheres de fibra, vibram como nunca, firmes e constantes no propósito estudam. Ainda que tenham um cesto de roupas pra lavar: estudam. Ainda que precisem acordar de madruga: estudam. Ainda que seu coração é despedaçado: estudam.


Mulher forte e guerreira. Luta, insista, acredita em dias melhores. Não para, não deixa de sonhar, nunca desiste de seus sonhos. É essa a mulher, torna-se concurseira e traça uma trajetória de sucesso e superação. Exemplo para os olhares mais atentos e deslumbrados.

Mulher de tantos fascínios, mulher de tantos talentos, deles se destacam infinitamente a capacidade de amar: soberana, transparente, verdadeira, infinita...

Mulher Concurseira é um pouco isso. Ao homem, insensato, embrutecido por seus gestos animais. Tantas vezes não compreende o singelo valor dessa flor. Destaca-se pelos nobres gestos, simples, tão sutis. Típicos dessa que guarda tantos mistérios. Pois se somos heróis lutando diariamente por um propósito. Homens, aparentemente, fisicamente fortes, superiores a elas, não nos damos conta da força da mulher.


Ela se destaca e surpreende, naturalmente, tantos encantos revela. E tudo isso nasce da constância de seus objetivos, sempre carregados de ternuras e significados ainda que oculto aos nossos olhos. São pinturas que representam tanto. Nesse dia por mais que falemos delas(mulheres) será pouco. Nem mesmo os grandes poetas conseguiram traduzir tudo aquilo que uma mulher especial representa. Enfim não será eu, Cleyton, Pantoja ou qualquer outra pessoa que conseguirá essa façanha. Fica aqui uma pequena homenagem a quem tanto prova superioridade. Cujo aprendizado nunca podemos menosprezar.

Vocês são especiais por darem prova diárias de que vencer é possível. Porque vencendo a si mesmas demonstram sua grandeza para o mundo. E isso independe de força, raça, cultura, classe social, basta um coração do tamanho do mundo(que acolhe) e muita vontade vontade de vencer na vida.

Parabéns às Mulheres, Concurseiras incansáveis do Blog, exemplo de sucesso e superação.
Admiro cada uma. Continuem assim...

Sucesso sempre, e...

Rumo ao TRE!!!

Abraços!!!

6 comentários:

CatiaPipoca disse...

Que lindo, Vi. AMEI!!

CatiaPipoca disse...

Nooossa, belo texto, lindos dizeres! Quisera se fosse assim todos os dias...rs

Fabio Lucio disse...

É... Mulher é um mal necessário! kkk Calma! brincadeira, mas tem seu fundo de verdade pois na minha ótica o homem só constrói alguma coisa na vida e para ser sincero, só passa a viver quando tem ao seu lado esse tal mal... Frágil e forte ao mesmo tempo.

Mulher... obra de Deus! Obrigado senhor...

Valeu Vinny

Jose Roberto Lima disse...

Cátia,
Parabéns pela homenagem às mulheres. Sou Prof. de Direito e Delegado Federal. Passei em 15 concursos. Considerando os diversos cargos que exerci, não tenho dúvida em afirmar: vocês sabem conjugar comprometimento como sensibilidade.
At.,
José Roberto Lima
Autor do livro "Como Passei em 15 Concursos", da Ed. Método.

Jose Roberto Lima disse...

Cátia,
Parabéns pela homenagem às mulheres. Sou Prof. de Direito e Delegado Federal. Passei em 15 concursos. Considerando os diversos cargos que exerci, não tenho dúvida em afirmar: vocês sabem conjugar comprometimento como sensibilidade.
At.,
José Roberto Lima
Autor do livro "Como Passei em 15 Concursos", da Ed. Método.

Jose Roberto Lima disse...

Cátia,
Parabéns pela homenagem às mulheres. Sou Prof. de Direito e Delegado Federal. Passei em 15 concursos. Considerando os diversos cargos que exerci, não tenho dúvida em afirmar: vocês sabem conjugar comprometimento como sensibilidade.
At.,
José Roberto Lima
Autor do livro "Como Passei em 15 Concursos", da Ed. Método.