Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Técnica do chute consciente. CESPE


Técnica do chute consciente. CESPE

Você tem dúvidas? Claro que sim, aposto que às vezes não sabe qual roupa quer vestir. As dúvidas estão sempre conosco e é óbvio que elas iriam nos acompanhar na hora da prova, o que fazer? -Não tenha dúvida e leia isso aqui até o fim haha :). Bem, vou tentar explicar como funciona. Não quero gerar polêmicas, pois muitos nunca iriam chutar numa prova ainda mais se a banca for CESPE, pois se penaliza as questões marcadas de modo equivocado, mas por sua conta e risco se quiser chutar tudo bem, só não venha me xingar depois viu? “Chutar é arte e errar faz parte”.
Uma banca tão “traquina” como a Cespe não iria se preocupar com o chute, até mesmo penalizá-lo, se chutar fosse mau negócio. Eu sei que muitos de vocês sabem do que será explanado a diante, mas muitos, principalmente os novatos (como eu), não sabem da existência da TCC. Eu tomei conhecimento dessas técnicas através do melhor professor de constitucional do Brasil, em minha opinião, Edém Nápoli. -Hum, legal! -Agora explica essa "zorra"! -Ta bem. Ao contrário do que se pensa, numa questão estilo CERTO ou ERRADO, o percentual de acerto nem sempre é 50%. Agora se a prova for sobre Árabe eu acredito nesses 50%, mas se for sobre algo que você estudou as suas chances com certeza serão bem maiores que 50%.
Palavras exclusivas e inclusivas: “Por estarmos tratando de uma ciência não exata, é muito comum, em direito, se trabalhar com a ideia de regra e de exceção. Vale dizer, raros são os casos em que um instituto jurídico se apresenta como absoluto” (Edém)
Refletindo sobre as palavras do ilustre Edém, pode-se inferir que as questões que envolvem palavras exclusivas tendem a estar equivocadas: Exemplos dessas palavras são: Nunca, sempre, obrigatoriamente, totalmente, apenas, jamais, só, somente, exclusivamente etc. Além das expressões, do tipo, em hipótese alguma, seguem o mesmo raciocínio.
Por outro lado, as questões que contêm palavras inclusivas tendem a estar corretas, por ensejar espaço para eventuais exceções. Vejamo-las: Geralmente, predominantemente, normalmente, ordinariamente etc. Além das expressões, do tipo, em regra, em linha de princípio, em geral.
Vou dar um exemplo de acordo com as minhas observações. Vejamos. Se vier uma questão transcrita assim: Os dependentes da primeira classe: o cônjuge, companheira(o) filho de qualquer condição,menor de 21 anos ou inválido de qualquer idade têm a dependência econômica presumida. De acordo com essa afirmação é possível concluir que:
EM HIPÓTESE ALGUMA os dependentes da 1° classe precisarão comprovar dependência econômica.
Aí o “bicho pega”, mas se o cara estudou com certeza sabe que na 1° classe há a exceção do equiparado a filho que precisa comprovar dependência econômica, todavia se estudou e mesmo assim ficou em dúvida poderá valer-se da TCC e acertar a questão observe a expressão exclusiva (em hipótese alguma), com isso a questão é FALSA. -Hum legal, isso eu já sabia --‘. -Eu não disse que você não sabia ok. Agora se trocar o “em hipótese alguma” e colocar “em regra” a questão seria VERDADEIRA concordam comigo? (se discordam mandem um comentário justificando).
Pessoal, não estou fazendo apologia ao “Não ESTUDO”, mas acho que o estudo sério aliado a TCC aumentará e muito a sua chance de acertar a questão. Mostrei o caminho siga se for conveniente para você! Lembrando que a TCC vai além do que foi explorado aqui, se alguém quiser saber mais a vários artigos na web. -Valeu abraço a todos e seriedade nos estudos! Fiquem com Deus.  

2 comentários:

Cleytonfernandes disse...

Quem quiser ler sobre o tema que acesse esse link:


https://5658706830951274180-a-1802744773732722657-s-sites.googlegroups.com/site/atecnicadochute/concursos-1/vestibulares/A_TECNICA_DO_CHUTE.pdf?attachauth=ANoY7cqZ5U8gCgbyRpusSPIeD80AkAAX-987Ew62kWqiCcTfu3KZWsxdgySB-caYpa-rjOvaIVA7SS3lxQQrIYyp7_0aCtUmZHnPy8iVmFL2CTVSCvL6mb-nPWBY8x55UL0dBBDq-t4MEOYOZooPLfMZERrip3Wl8MSPUyIYQ309QQeVbcAnGd_RxWhWHOAunjpS0suY6mXuC_Zb9srm3VncQbRWtI0eDTcXVcX63w4KKR-MS0YTITKCDflLGi2xK2n2myMumJwM&attredirects=0

Ficou grandão hahaha usem o CTRL+C e CTRL+v que o cara é fera e explica tudo nos mínimos detalhes. Valeu abraços!

Anônimo disse...

Acho que eu sei quem eh esse cara, ele eh tipo o Mr.M dos concursos publicos, revela tudo msm, kkk!