Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

TRT-PI: saiu o edital para níveis médio e superior

Saiu o tão aguardado edital do concurso para o Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT-PI). Os interessados em trabalhar no tribunal poderão concorrer a seis vagas imediatas para técnico judiciário, que requer nível médio, e três para analista judiciário, que exige nível superior. Além das oportunidades imediatas, será formado cadastro de reserva para todos os cargos, possibilitando a convocação de mais aprovados durante a validade da seleção, que será de dois anos, podendo dobrar.

No nível médio, as remunerações são de R$4.052,96. As seis oportunidades estão distribuídas em duas áreas: quatro são para técnico judiciário da área administrativa, e duas para técnico judiciário – apoio especializado em tecnologia da informação, com exigência de nível médio e curso específico de informática com, no mínimo, 200 horas de aula.

Para analista, são três especialidades: apoio especializado em tecnologia da informação, que requer graduação em Informática, judiciária e judiciária – execução de mandados, que exigem formação em Direito. Aqueles com graduação em qualquer área também poderão concorrer, já que será formado cadastro de reserva para o cargo de analista judiciário da área administrativa. Para o nível superior, o salário é de R$6.611,39, exceto para a área de execução de mandados, cujos iniciais são de R$8.140,08.

As inscrições podem ser feitas a partir do próximo dia 20, se estendendo até 13 de outubro, no site da Fundação Carlos Chagas. As taxas, nos valores de R$52,50 para técnico e R$74,50 para analista, devem ser quitadas por meio de boleto em qualquer agência bancária.

Poderão pedir isenção do valor aqueles que estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e forem de família de baixa renda. O pedido deve ser feito pela internet, somente até as 20h do próximo dia 15.

Seleção – As provas estão marcadas para 14 de novembro, e serão compostas de prova objetiva, para ambos os cargos, e redação, apenas para analista. O exame de múltipla escolha terá 20 questões de Conhecimentos Gerais, que versará sobre Português, Matemática e Raciocínio Lógico e Noções de Direito Constitucional e Administrativo, e 40 de Conhecimentos Específicos, que, conforme a especialidade, alternam as disciplinas de Direito Constitucional, Administrativo, Civil, Processual Civil, do Trabalho, Processual do Trabalho, Noções de Contabilidade Pública, Organização e Arquitetura de Computadores e Noções de Orçamento Público e Finanças. As lotações serão no posto avançado de Bom Jesus, exceto para as especialidades de Informática, que serão em Teresina.

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário: