Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

ÚLTIMAS MPU:Mais três CRAs apresentam impugnação ao concurso do MPU

Do CorreioWeb

Depois do Distrito Federal, outros três Conselhos Regionais de Administração (CRAs) apresentaram impugnações administrativas contra o concurso do Ministério Público da União (MPU), mais especificamente em relação ao cargo de analista administrativo. Desta vez, o andamento do certame é questionado pelo órgão no estado do Rio de Janeiro, que também informou a adesão de Minas Gerais e Bahia no pedido.

Segundo o CRA/RJ, as atribuições previstas do cargo são privativas dos bacharéis em Administração, devidamente registrados no CRA de seu Estado. Entretanto, o edital informa que os candidatos que possuírem “formação de nível superior” podem preencher as vagas.

Em nota, o CRA/RJ afirmou que não medirá esforços para buscar na justiça a correção do edital, caso a impugnação não seja deferida. Segundo o Conselho não restam dúvidas que os aprovados para o cargo em destaque exercerão a profissão do administrador e, portanto, deverão ter o conhecimento técnico e científicos de Administração, com a necessária habilitação profissional por meio do registro junto ao CRA, nos termos do art. 14 da Lei nº 4.769/65.

Distrito Federal

De acordo com o CRA/DF, a exigência de qualquer curso de nível superior para o preenchimento do cargo de analista administrativo é ilegal. O Conselho informa que, de acordo com a Lei 4.469/65 – regulamentada pelo Decreto 61.934/67 –, as atribuições listadas no edital são privativas de pessoas graduadas em Administração.

O Concurso

São oferecidas 594 oportunidades e formação de cadastro reserva, as remunerações variam de R$ 3.993,09 a R$ 6.551,52 para uma jornada de 40 horas semanais.

Para quem tem nível superior, a seleção oferece oportunidades nos cargos de analista, nas especialidades Administrativa, de Antropologia, de Arqueologia, de Arquitetura, de Arquivologia, de Biblioteconomia, de Biologia, de Comunicação Social, de Contabilidade, de controle interno, de Economia, de Engenharia (Agronômica, Ambiental, Civil, de Segurança do Trabalho, Elétrica, Florestal, Mecânica, Química e Sanitária), de Estatística, de Geografia, de Geologia, de Informática (Banco de Dados, Desenvolvimento de Sistemas, Perito e suporte técnico), de Medicina (perito e do trabalho), de Orçamento, de Saúde (Cardiologia, Clínica médica, Dermatologia, Endocrinologia, Enfermagem, Fisiatria, Ginecologia, Nutrição, Odontologia, Pediatria, Psicologia, Psiquiatria e Serviço Social), aturial e processual.

Candidatos com formação intermediária podem tentar as oportunidades de técnico administrativo, técnico de apoio especializado (controle interno, edificação, orçamento, segurança e transporte), técnico de informática e técnico de saúde (consultório dentário e Enfermagem).

Um comentário:

Kayana Luz disse...

Só falta cancelarem este concurso... Eu tb achei as matérias estranhas, mas... tô estudando... Minha formação é em economia... Eu preferia que tivesse muita matemática e raciocínio lógico... Mas... o edital manda... e eu obedeço...