Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

MPU---->DICAS QUE VALEM OURO

Professor Glauber!!!

Nunca estudei Orçamento e contabilidade pública e estou pensando em fazer a prova do MPU para ANALISTA-ÁREA ADMINISTRATIVA.

Adquiri seu livro (Curso Básico de Contabilidade Pública), mas ainda não li.

Peguei o edital e tentei "achar" quais capítulos estudar, mas fiquei meio confuso.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROF. GLAUBER MOTA :



VER CAPÍTULOS 1 A 4 DO MEU LIVRO CURSO BÁSICO DE CONTAB. PÚBLICA, LIVRO DE ORÇAMENTO PÚBLICO DO GIACOMONI PARA OS SEGUINTES ITENS:

Orçamento Público: elaboração, acompanhamento e fiscalização.
Créditos adicionais, especiais, extraordinários, ilimitados e suplementares.
Plano Plurianual.
Projeto de Lei Orçamentária Anual: elaboração, acompanhamento e aprov ação.
Princípios orçamentários.
Diretrizes orçamentárias. Processo orçamentário.
Métodos, técnicas e instrumentos do Orçamento Público.
Normas legais aplicáveis ao Orçamento Público.
SIAFI
Receita pública: categorias, fontes, estágios; dívida ativ a.
Despesa pública: categorias, estágios, Suprimento de fundos, Restos a Pagar, Despesas de exercícios anteriores.

PARA SIDOR, SUGIRO OBTER O MANUAL TÉCNICO DE ORÇAMENTO DISPONÍVEL NO SITE DO PLANEJAMENTO.GOV.BR.

PARA A CONTA UNICA DO TESOURO NACIONAL VER O SITE DA STN: TESOURO.FAZENDA.GOV.BR:
A conta única do Tesouro.

PARA OS ITENS A SEGUIR VER HELY LOPES MEIRELLES, DIREITO ADMINISTRATIVO:

Licitações: modalidade dispensa e inexigibilidade.
Supervisão ministerial e controle interno.
Tipos e f ormas de atuação do Sistema de Controle: legislação básica, tomadas e prestações de contas.
Responsabilidades dos dirigentes e demais usuários de recursos públicos. Julgamento e penalidades aos responsáveis pelos recursos públicos. Tomadas e prestações de contas.

VER UM BOM LIVRO DE COMENTÁRIOS À LRF. PODE SER O GESTÃO DE FINANÇAS PÚBLICAS DO CONTADOR GERAL DA UNIÃO: PAULO HENRIQUE FEIJÓ:

Tópicos da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar n.º 101/2000): princípios,objetivos, efeitos no planejamento e no processo orçamentário; limites para despesas de pessoal; limites para a dív ida; e mecanismos de transparência fiscal.

TENHO ORIENTAÇÃO DE ESTUDO PARA UM TRECHO DO ITEM:
planejamento e de orçamento, de contabilidade e de administração financeira.
SUGIRO VER A LEI 10.180/01. ELA TRATA DESSES SISTEMAS DA ADM. FEDERAL.

BONS ESTUDOS.
PROF. GLAUBER MOTA
----------------------------------------------------------------------


Há o livro "Administração Geral e Pública" do Chiavenato. Há muitos exercícios.

Veja comentários: http://www.forumconcurseiros.com/for...d.php?t=253024
São bons, bem escritos os artigos da professora Cristina Duran, veja aqui:http://www.euvoupassar.com.br/visao/...ta.php?id=3860
Quando estudei administração, pesquisava muito pela internet, veja, talvez ajudem
http://www.forumconcurseiros.com/for...d.php?t=230258
Até mais
Jr

-------------------------------------------------------------------------------

Idalberto Chiavenato possui uma obra chamada de:

Recursos Humanos: O capital humano das organizações

Pode ser útil na preparação de todos!

abs
------------------------------------------------------
Geralmente os livros de Chiavenato são bons, é um dos que mais se usam na graduação. Tenho o Gestão de Pessoas que tem boa parte do temas. Outro autor que não conheço mas fui bem recomendado é AMARU.
--------------------------------------------------------


Olá pessoal, no ano passado concluir o curso de Administração com habilitação em Administração Pública e por isso estou estudando pelos seguintes livros e "módulo":

1. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - Livro: Administração Geral e Pública - editora Campus - série provas e concursos - 2ª edição de Idalberto Chiavento;
2. ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS DE MATERIAIS - Livro: Administração de Materiais e Recursos Patrimoniais - editora Saraiva - 2ª edição de Petrônio Garcia Martins e Paulo Renato Campos Alt;
3. GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES - Livro: Gestão de Pessoas - editora Campus - 2ª edição de Idalberto Chiavenato;
4. Legislação Aplicada ao MPU - Livro: MPU Legislação Aplicada - editora Vestcon - 2ª edição de Mário Elesbão Lima da Silva
5. Aprendizagem Organizacional - Módulo: Fui na biblioteca da faculdade e pesquisei os livros disponíveis que consta os assuntos cobrados, depois fui ao setor de repografia e tirei xerox do que me interessava. Pronto já tenho o que estudar. rsrs
Para finalizar estou procurando um bom curso (online, presencial ou telepresencial) para embalar ainda mais. Estou de olho no curso reta final de LFG - Link: http://www.cursoparaconcursos.com.br...o&it_cod=97583
Abs
__________________
Persistir sempre, desistir jamais! Tony
----------------------------------


Imprimir E-mail

Disciplinas comuns do MPU: veja o que os especialistas acham

Rosália Vasconcelos e Mirthyani Bezerra

Com a publicação do edital do concurso do Ministério Público da União (MPU), é hora de os candidatos que já começaram a estudar intensificarem ainda mais a carga de leitura. No caso dos que iniciarão agora a maratona de estudos, a ordem é correr contra o tempo. Para auxiliar os alunos a estarem atentos às particularidades desse certame, a Folha dos Concursos conversou com professores de cinco disciplinas que cairão tanto nas provas de nível médio como superior. Eles falaram sobre o edital, apontaram diferenças em relação ao do último concurso do MPU, realizado em 2006, e deram dicas. Confira nesta edição os que eles falaram sobre o conteúdo programático das disciplinas de Legislação Aplicada ao MPU e Informática. No próximo domingo, veja os comentários sobre as matérias de Português, Direito Constitucional e Direito Administrativo.


Legislação Aplicada ao MPU

Segundo o professor Henrique Melo, do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE), que ministra a disciplina para esse concurso, o conteúdo cobrado para essa prova foi praticamente o mesmo da seleção anterior, que aconteceu em 2006. “Isso é muito bom para quem já começou a estudar, sobretudo para aqueles que estudaram para o concurso anterior. Também é bom porque incentiva os alunos a se prepararem o quanto antes, porque, no caso dessa disciplina, é o mesmo programa”, avalia Melo.

De acordo com ele, para quem vem se preparando, agora é só revisar e recapitular o que se esqueceu. “Mas para quem ainda vai começar a estudar, não deve entrar em desespero porque não é uma matéria difícil e, mesmo com pouco tempo, é possível assimilá-la bem”, acalma o professor.

A dica de Henrique Melo é estudar a Lei Complementar 75/93 e os artigos 127 a 130A, da Constituição Federal, porque englobam praticamente todos os assuntos dessa disciplina. “Então, nesse período, é ler a legislação, estudar a parte teórica e realizar questões de concursos passados. Além disso, o candidato precisa ter conhecimento que o MPU é constituído de quatro ministérios: o Federal, o Militar, do Trabalho e do Distrito Federal e Territórios”, lembra.

Sobre assuntos que serão presença quase certa na prova, Henrique Melo aposta na escolha dos procuradores gerais da República e dos demais procuradores, princípios institucionais, as funções institucionais, ingresso na carreira, as promoções dos membros do Ministério Público, as garantias institucionais e os instrumentos utilizados pelos membros do MP na sua atuação funcional. “Como o conteúdo é comum para nível médio e superior, para quem vai prestar prova para analista, deve atentar para o fato de que a organizadora pode cobrar com mais profundidade, mais dificuldade, as questões de nível superior”, finaliza o professor.


Informática

Para o professor Henrique Santos, do Nuce Concursos, não foi surpresa a cobrança do mesmo conteúdo para os níveis médio e superior. “Independente do cargo ou do nível, normalmente se cobra essa disciplina da mesma forma”, avalia Santos.

Segundo ele, para o programa do MPU, não houve muita novidade em relação ao conteúdo dos concursos de outros órgãos, com exceção da inclusão do Windows versão 2007. “Como é uma versão recente desse sistema operacional, não há muitas questões para se trabalhar, além de que muitos alunos não têm intimidade com essa versão”, afirma.

Henrique Santos acrescenta que um ponto negativo do edital de Informática é que não foi especificada a versão do Br.Office e do Microsoft Office, o que faz com que os alunos tenham que saber de todas. “Ainda tem um erro no edital. Quando eles colocaram o assunto ‘Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (Br.Office e Microsoft Office)’ eles erraram, porque o Br.Office é gratuito e só podemos chamar de comercial o que se produz com o objetivo final de lucrar. Inclusive, essa é uma definição dada no próprio site do Governo Federal (www.softwarelivre.gov.br)”, reclama o professor.

Para ele, não dá para se apostar num determinado assunto ou tipo de questão porque a tendência é que as provas de Informática sejam sempre uma surpresa. “O que eu recomendo é que, como é uma prova do Cespe, de verdadeiro ou falso, os alunos leiam bastante, porque nesse tipo de prova, a modificação de uma palavra pode mudar totalmente o entendimento da questão. E o aluno deve lembrar sempre que há uma diferença muito grande entre fazer e dizer como é que se faz”, resume Henrique Santos.


3 comentários:

Concurseira disse...

Tem interesse em parceria de links? Eu te indico no meu blog e você me indica no seu. Se sim, entre em contato por meio do meu blog.

Obrigada!

Anônimo disse...

Oi galera, td bem? Alguem sabe o melhor de de Administracao de Materiais e Patrimonial para concursos. Vou fazer o do STM....

CatiaPipoca disse...

Oi, eu tive dificuldades em conseguir este material pra gente. Posso te contar um segredo? Tive que comprar uma apostila. E pior!!! NÃO CHEGOU ATÉ AGORA!! VIDA SACRIFICADA A NOSSA...affe!!! Tô BRABA!!