Por Catia:Coragem!




O complexo de inferioridade pode ser um grande e fatal empecilho na vida de um concurseiro. Sentindo-se inferior, não se consegue grandes êxitos na vida. Na verdade, todo homem é filho de Deus, portanto, não existe pessoa inferior em nenhuma parte do Universo.Contudo,não há de se negar que em certos momentos da nossa vida ,sentir-se fadigado e inferior é um fato. Como agir? Devemos negar terminantemente todos os pensamentos de inferioridade relacionados a seus defeitos, pontos fracos, limitações, desarmonias (...). Somos filhos do pai.Mesmo os mais incrédulos,acreditem ou não,não há de se negar que acima de nós exista uma força inexplicável e é nela que devemos nos apegar.

Sendo filho de Deus,
sou excelente em todos os sentidos.
Na essência, sou dotado
de capacidade infinita,
de Sabedoria infinita
e de Amor infinito.
Portanto, nada me é impossível,
onde quer que eu esteja.
Minha essência está se manifestando
cada vez mais nitidamente
também no mundo concreto.


Devemos entender que qualquer experiência da vida,boas ou ruins, são condições necessárias para nos fortalecer.
Tenho diversos altos e baixos,não nego,no entanto,procuro forças trabalhando em cima da esperança e fé que tenho nos meus propósitos e metas.Elas são o motor que me obriga a não parar na metade do caminho.

Por mais difícil que seja a lição,
assimilo-a totalmente para elevar minha alma.
Sou uma parte do Universo.
Aos olhos de Deus, que é a Vida universal,
sou perfeito.
Agradeço a Deus, que me deu a oportunidade
de aprimorar a alma e entender a finalidade da vida.
Abençôo tudo que se aproxima de mim.
Vivo perfeita e plenamente o meu dia-a-dia.
Sou o Caminho, sou a Luz.
Sou perfeito na essência.
Dentro de mim está presente Deus,
que é a Vida universal.


Devemos acreditar nas boas coisas que a vida nos oferece - a saúde,a força,familiares,casa,comida etc.Pequenas coisas cotidianas que deixamos de dar valor por estar sempre presente.Somos privilegiados!!Amém??!!Sim somos msm!O homem não foi criado para ser protagonista da desgraça.Por isso,é importânte trabalharmos o lado emocional,ao invés de sermos vitimas dos obstáculos que nos afrontam,vamos tomar nosso lugar e agirmos como guerreiros corajosos.Perdas virão,é claro,assim como também a iminência da vitória.Basta continuarmos trabalhando para que isso ocorra.Logo,estaremos rindo de todo este processo.Tenhamos fé!

Com a coragem de um leão enfrentaremos nossos piores pesadelos.

Cito o texto de Nietzsche :

"Três transformações do espírito vos menciono: como o espírito se muda em camelo, e o camelo em leão, e o leão, finalmente, em criança. Há muitas coisas pesadas para o espírito, para o espírito forte e sólido, respeitável. A força deste espírito está bradando por coisas pesadas, e das mais pesadas.

Há o quer que seja pesado? - pergunta o espírito sólido. E ajoelha-se como camelo e quer que o carreguem bem. Que há mais pesado, heróis - pergunta o espírito sólido - a fim de eu o deitar sobre mim, para que a minha forca se recreie? (...)

Procura então o seu último senhor, quer ser seu inimigo e de seus dias; quer lutar pela vitória com o grande dragão. (...) "Tu deves", assim se chama o grande dragão; mas o espírito do leão diz: "Eu quero". (...)

Segundo W.D:"No deserto, e por conta do esforço, se opera a segunda transformação: aparece o Leão. E a função do leão é matar o dragão. A meu ver, o leão é o candidato preparado. Apenas o deserto, apenas a carga pesadíssima, prepara para esta fase. Como diz Nietzsche, o Leão "quer conquistar a liberdade e ser senhor no seu próprio deserto". É o que o concurso faz: nos concede uma liberdade maior, afora uma série larga de benefícios, e nos permite ser mais possuidores de nosso tempo".

Portanto,caros amigos e leitores ter coragem é fundamental!
Devemos ser protagonistas das nossas decisões, da nossas histórias e que essas sejam em cima de acumuladas grandezas e relatos de vitórias.
Estar preparados para a guerra é essencial.
O topo da montanha,verás,está logo ali.

Um abração de Ursa.
Tenham um ótimo final de semana.

Catia.

Um comentário:

Anônimo disse...

Já temos pouquissima vida num deserto, sem preserva o pouquinho que temos não o atravessaremos. Isenção de tudo é um pouquinho difícil.

Episilone, 21/06/2010