Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

E você?Concursando ou Concurseiro?




Estas duas palavras, concursando e concurseiro, têm sido usadas indiferentemente, mas rigor têm significados distintos, porque a escolha do sufixo influi semanticamente na palavra derivada. Lembre-se de que semântica é o estudo dos significados.

O sufixo eiro, além de outros valores semânticos, é usado para designar profissão, como nos vocábulos barbeiro, pedreiro, sapateiro, costureiro...

A terminação ndo, formadora do gerúndio, traz uma idéia de processo ou estágio momentâneo, temporários, não definitivos. Educando significa quem está em processo de educação, vestibulando é quem se prepara para passar no vestibular, e ambos os substantivos, por derivados do gerúndio, designam uma fase, um período transitório na vida do cidadão, como formando e doutorando.

Um artigo interessante foi publicado na revista Veja, em dezembro de 2007, de autoria de Stephen Kanitz, dizendo que nos deveríamos chamar brasilianos e não brasileiros, com base nesse mesmo raciocínio, e o autor está absolutamente correto porque, no início de nossa colonização, brasileiro era a profissão de quem extraía, transportava, industrializava ou comercializava o então novo e valioso produto conhecido pelo nome de pau-brasil.

Se alguém escolhe como profissão preparar-se para concurso(s), deve chamar a si mesmo de concurseiro, mas se decide que preparar-se para concurso(s) é apenas uma fase de sua vida e deseja que ela seja curta, deve intitular-se concursando.

Nem sempre a escolha do nome determina o destino do nomeado - eu mesmo tive um amigo de escola chamado Hércules que era o mais raquítico dentre todos os colegas de todas as turmas -, contudo vem sendo muito divulgado pela neurolinguística que escolher e pronunciar com frequência palavras positivas e alegres constitui-se num fator importante para a vida se tornar melhor, ou sorte se mostrar mais benfazeja.

E você? Agora, como se batiza? Concursando(a) ou concurseiro(a)?



http://concursos.ig.com.br/artigo/concursando-ou-concurseiro.aspx

3 comentários:

Epi disse...

Estou sem palavras para escrever o comentário.
Lendo o texto com muita atenção não encontrei o que comentar, somente o que ler e até que enfim entender.
Em outras palavras: Sem comentários.

Léo disse...

Achei interessante o texto, lendo ele e pensando bem, cheguei a conclusão que definitivamente sou concursando. Levando em consideração a explicação utilizada, o sufixo "eiro" representa uma coisa resolvida, permanente. Com toda a certeza do mundo não pretendo estudar para concursos a minha vida toda, é apenas uma fase que eu preciso passar para atingir o meu objetivo que é o cargo público, ou seja, é apenas um processo temporário. Assim como o vestibulando, que precisa passar por essa fase até atingir o objetivo que é a faculdade.
Pensando nisso me dá medo as pessoas que adoram bater no peito e dizer que são "concurseiros" e não "concursandos", a impressão que fica é que eles irão estudar eternamente para concursos e nunca irão passar.

Não conhecia o blog. Achei bastante interessante. Parabens. =)

Anônimo disse...

A melhor maneira de conhecer-mos as pessoas é saindo de casa e passeando pelas ruas e praças. Nas praças principalmente conhecemos muitas pessoas, e então podemos ampliar nosso mundo, e quem sabe então começamos a entender um pouco a realidade de outros. Passear na praça é um bom programa pra quem fica só estudando e pensando em passar.
Dica: não fique só estudando, relaxar um pouco faz parte do programa de estudos, dê um passeio na praça.
É apenas uma opinião.