MPF no Rio vai investigar confusão nas provas da Caixa Econômica

Cristiane Bonfanti - Do CorreioWeb

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ) abriu uma investigação para apurar o tumulto que impediu 4.096 alunos de realizarem as provas da Caixa Econômica Federal no dia 9 de maio (veja abaixo) em duas instituições de ensino no Rio de Janeiro e em São Paulo.



O MPF/RJ solicitou ao Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) informações para dar continuidade ao procedimento. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério, a apuração vai verificar até que ponto a confusão comprometeu o patrimônio público, já que novas avaliações terão de ser aplicadas.



O Cespe/UnB informou na tarde desta sexta-feira (14/5), por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda não recebeu notificação do MPF.



Confusão no dia 9

Em 9 de maio, dia de realização das provas para o cargo de técnico bancário novo, um grupo de candidatos não encontrou seus nomes nas listas nos blocos A e C da Universidade Veiga de Almeida, no Rio de Janeiro, e nos prédios 2 e 9 das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), em São Paulo. Devido à confusão, todos os outros inscritos que fariam as provas nesses locais não puderam realizar os exames.

De acordo com nota divulgada pelo Cespe/UnB, o problema ocorreu porque candidatos que fariam provas em outros locais compareceram erroneamente a essas duas escolas e impediram, "mediante tumulto", a realização das provas.

Novas avaliações

Após a confusão, a Caixa Econômica Federal (CEF) remarcou para o dia 23 de maio as avaliações do concurso público que formará cadastro reserva para o cargo de técnico bancário nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.



Foram convocados a realizar as provas os candidatos ao cargo nos macropolos RJ/capital que, no dia 9 de maio, estavam alocados em qualquer escola da cidade do Rio de Janeiro. Também farão as avaliações os concorrentes no macropolo RJ/SP Tecnologia da Informação que, no dia 9, estavam alocados nos prédios 2 e 9 das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU - SP) ou no bloco Coral do Centro Universitário FIEO, em Osasco (SP). Os horários e locais ainda não foram divulgados.

Segundo nota publicada pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), para os demais candidatos, as provas realizadas no dia 9 de maio serão corrigidas normalmente. As avaliações para os concorrentes ao cargo de técnico bancário para nível nacional, marcadas para o próximo domingo (16/5), também serão aplicadas.

Nenhum comentário: