Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Fábula da águia

Bom dia, turminha dos concursos!
Passando mais uma vez aqui pra dar um alô.
Este Blog a cada dia que passa está mais merecedor de visitas constantes.
Como já devem ter percebido, adoro fábulas.
Por isso, lá vem fábula!
Essa que segue, já virou lenda na net. Já virou tema de palestra de motivação de toda sorte de profissões. Já virou texto de prova de português em concurso público.
Por isso, resolvi postá-la aqui também.
Ei-la:

A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie. Chega a viver 70 anos.
Mas para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão.
Aos 40 anos ela está com as unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar as suas presas das quais se alimenta.
O bico alongado e pontiagudo se curva, apontando contra o peito.
As asas estão envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas e voar já é tão difícil!
Então, a águia só tem duas alternativas: Morrer…ou enfrentar um doloroso processo de renovação que irá durar 150 dias.
Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.
Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo.
Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas.
Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas.
E só após cinco meses sai para o famoso voo de renovação e para viver mais 30 anos.
“Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação.
Para que continuemos a voar um voo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causaram dor.
Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz”.

Bom, creio que o texto fala por si só.
Na área dos concursos renovação sempre é válida e bem vinda.
Mudar aquela velha maneira de estudar, trocar as velhas apostilas por livros novos, pesquisar mais antes de aceitar qualquer gabarito, poderão nos ajudar a sermos mais competitivos.
Um abraço a todos.

2 comentários:

Anônimo disse...

ótima postagem! tenho sentido falta da clausura que a mim, faz se necessária para estudar.
beijossss da Piupiu.

Concurseira p/ concurseiros(as) disse...

Tens razão,o cérebro acostuma,temos que evoluir conforme nossas limitações.Criar novas estradas,estratégias sempre.