Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

Depende das Mãos (Motivação)


Uma bola de basquete nas minhas mãos vale uns R$ 35,00
Uma bola de basquete nas maõs do Oscar vale R$ 7.000,00
Depende das mãos que a seguram.
Uma bola de volei nas minhas mãos vale uns R$ 25,00
Uma bola de volei nas mãos do Tande vale uns R$ 5.000,00
Depende das mãos que a seguram.
Uma raquete de tenis em minhas mãos nao tem uso algum.
Uma raquete de tenis nas mãos do Guga o tornou o numero 1 do Mundo.
Depende das mãos que a seguram.
Uma vara em minhas mãos vai manter os animais afastados de mim.
Uma vara nas mãos de Moisés abriu o Mar Vermelho.
Depende das mãos que a seguram.
Um estilingue nas minhas mãos é apenas um brinquedo.
Um estilingue nas mãos de Davi se tornou uma arma poderosa.
Depende das mãos que o seguram
Dois peixes e cinco pães nas minhas mãos se tornam alguns sanduiches.
Dois peixes e cinco pães nas mãos de Cristo alimentaram multidões.
Depende das mãos que os seguram.
Pregos nas minhas mãos podem significar a construção de uma casa.
Pregos nas mãos de Cristo significaram a SALVAÇÂO DO MUNDO.
Depende das mãos …
Como você pode concluir agora, tudo depende das mãos…
Então coloque suas preocupações, seus sonhos, seus anseios, seus temores, seus interesses, SUA FAMILIA, SUA VIDA Nas mãos de DEUS!
Pois TUDO depende das mãos que os tem.

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/texto-motivacional-depende-das-maos/

Beijos, Luciene Lima.


Sorteio no Insta


 SORTEIO NO INSTA DA CÁTIA PIPOCA
Data: 16/06/2018




 1 VADE MECUM 2018 DA @revistadostribunais
1 livro Como fazer amigos E influênciar pessoas
1 livro O ego é seu pior inimigo da @editora_intrinseca
1 livro de exercícios para alma
1 kit canetas @bic_group
1 kit com estojo e canetas hidrográficas duas pontas
1 caneta piloto que apaga
1 marcador lindo de livros
1 caderno fofo da Magali
1 stick note adesivo com pauta
1 porta objetos lindo do cebolinha
1 pasta com elástico turma da Mônica
1 kit prendedores de papel
3 marcadores de texto @stabilo e @fabercastell
1 cartela de adesivos ufa. Respirou ?🤗

🤣 Para participar basta :
Me seguir
Marcar pelo menos três amigos gente boa qts vezes quiserem em cada postagem desde que diferentes , não sejam lojas ou famosinhos 😁
Válido somente em solo brasileiro 🤗
Faz direitinho que vamos conferir 😍

O SORTEIO SERÁ NO DIA 16/6 QUALQUER HORÁRIO E POSTAREI NO STORIES
O GANHADOR TERÁ 48 HRS PARA SE APRESENTAR, CASO CONTRÁRIO SERÁ ARQUIVADO ATÉ NOVO SORTEIO SEM DATA DEFINIDA 😍QUEM COMPARTILHAR O SORTEIO DE QUEBRA GANHARÁ A MAIS UM SUPER presente 😥ufa...acho que é isso. Boa sorte, pipoquinhos lindos 


Acender a luz do próximo não apaga a sua (Motivação)




Quando era criança tive a oportunidade de viver sob a luz de lampiões e lamparinas a querosene. Lembro que, na minha percepção infantil, era intrigante viver com uma iluminação tão precária, muitas sombras e um tantinho de fumaça em nossos rostos, todo anoitecer. Dessa época guardo também uma memória muito interessante, de uma história que minha mãe contava. Segundo ela, meu irmão mais velho não gostava que se acendesse nenhuma vela ou lamparina a partir da que estivesse com ele, sob intensos protestos de estarem diminuindo sua luz. Ele ainda não compreendia que compartilhar, não diminuiria nem afetaria a chama que ele segurava.
Inline
De posse dessa memória afetiva e diante da frase que me chamara a atenção, chego à conclusão de que, mesmo passado o tempo das velas e lamparinas, muitos de nós ainda temem dividir sua luz, a interior. Medo maior, tenho percebido, é o de que a luz dos outros seja mais intensa que a nossa própria.
Tenho visto muita gente com medo de manifestar o que tem de melhor. E gente mais receosa ainda de reconhecer o que os outros têm de melhor.
Andamos querendo esconder nossos talentos, nossa simpatia, nossas gentilezas, nossa bondade… como quem tem receio de mostrar-se e prefere manter tudo isso oculto, só para si, pra não ter que se dividir com mais ninguém.
Temos preferido fechar nossos olhos diante das luzes dos outros, por não querer reconhecer talentos, dons, capacidades e potenciais; com receio de que o outro brilhe mais do que nós. Nutrimos um comportamento que lembra a imaturidade da infância, com certo cunho egoísta, e escondendo-nos, sob caras fechadas e palavras ásperas, sorrisos falsos e gestos pouco afáveis.
A maioria das pessoas esqueceu-se de que ser claridade é muito mais bonito. E que, decidindo ser luz não há quem nos ofusque.
Valorizar o que temos de bom dentro de nós e o que há de bom dentro das outras pessoas é um comportamento nobre e agradabilíssimo e que só faz clarear a alma de quem se permite.
A luz que ilumina nosso olhar, nosso sorriso, nossa presença, vem do bem que fazemos ou sentimos. É injustificável temer reparti-la. O que faz nossa luz diminuir é o mal, alimentado por nosso egoísmo e por outros sentimentos igualmente obscuros.
Não economize sua luz, não! Seja bom, agradável e gentil; sorria com frequência; elogie sem esperar nada em troca, sem inveja nem receio de que te passem à frente. Ninguém será capaz de tomar seu lugar, nem seu brilho, porque nossos lugares foram marcados, e cada um tem o seu.
Distribua luz, seja luz. Ilumine e se deixe iluminar. O mundo anda escuro demais pra você guardar sua luz só para si. Pense nisso!

Fonte: http://provocacoesfilosoficas.com/acender-a-luz-do-proximo-nao-apaga-a-sua/

Beijos, Luciene Lima.

Atitude (Motivacional)


Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou no espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.
– Bom, ela pensou, acho que vou trançar meus cabelos hoje.
Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.
– Hummm, pensativa… acho que vou repartir meu cabelo no meio hoje.
Assim ela fez e teve um dia magnífico.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.
– Bem, hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo.
Assim ela fez e teve um dia divertido.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.
– Issooooo!!! (ela exclamou), hoje não tenho que pentear meu cabelo.
Atitude é tudo!
Seja mais humano e agradável com as pessoas.
Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.
Viva com simplicidade.
Ame generosamente.
Cuide-se intensamente.
Fale com gentileza.
E, principalmente, não reclame.
Se preocupe em agradecer pelo que você é, e por tudo o que tem!

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/quando-estiver-em-dificuldade/

Beijos, Luciene Lima.