O jovem e as estrelas-do-mar (Motivação)



"Numa praia tranqüila, junto a uma colônia de pescadores, morava um escritor. Todas as manhãs, ele ficava passeando pela praia, olhando as ondas. Assim, ele se inspirava para o trabalho e à tarde ficava em casa mais motivado escrevendo…
Um dia, caminhando pela areia, ele viu um velho que parecia dançar. Chegou mais perto e viu que era um jovem, pegando na areia as estrelas do mar, uma por uma e jogando-as de volta ao oceano…
E aí? – disse o jovem num sorriso, sem parar o que fazia.
– Por que você está fazendo isso? Perguntou-lhe o escritor, curioso.
– Não vê que a maré baixou e o Sol está brilhando forte? Se essas estrelas-do-mar ficarem aqui na areia vão secar no Sol e morrer!
O escritor até que achou bonita a intenção do garoto, mas deu um sorriso e comentou:
– Só que existem milhares de quilômetros de praia por esse mundo afora, meu caro. Centenas de milhares de estrelas-do-mar devem estar espalhadas por todas essas praias, trazidas pelas ondas. Você aqui, tendo todo esse trabalho, jogando umas poucas de volta ao oceano, que diferença faz?
– O jovem olhou para o escritor, pegou mais uma estrela na areia, jogou na água do mar, voltou a olhar para ele e disse:
– Pra essa, eu fiz diferença.
Naquela tarde, o escritor não conseguiu escrever. À noite, mal conseguiu dormir. De manhãzinha, bem cedo foi para a praia.
O jovem pegava as primeiras ondas do dia com sua prancha e logo veio também para a areia. Juntos com o Sol, ainda manso e começando a subir, começaram a jogar as estrelas-do-mar de volta ao oceano.
“Você deve fazer diferença na vida. Passar pela vida e viver. Participar da Criação e contribuir com alguma coisa.”
Para fazer diferença no mundo, você não precisa ser um líder político, um gênio da ciência ou uma super estrela. Cada um no seu campo, tem seu modo de criar e atuar positivamente na vida. Não copie o jeito do outro, e não faça aquilo que os outros querem que você faça: você precisa atuar com o seu próprio jeito, o seu talento, motivado, acreditar e gostar realmente do que faz…
Afinal, você é imagem e semelhança de DEUS e veio ao mundo para viver de forma especial e levar a sua mensagem as outras pessoas…"

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/

Beijos, Luciene Lima.

Como nossas turmas funcionam



Nunca abandone seus sonhos (Motivação)


A pequena Jean, na terceira série, era muito aplicada em seus estudos. Filha de um piloto, ela sonhava voar. Um dia, em uma redação, ela abriu seu coração e revelou seus sonhos:
– Quero ser piloto de avião, ver as nuvens, e saltar de pára-quedas!
A sua nota foi zero, porque, segundo sua professora, todas as profissões que ela listara não eram para mulheres. Eram meados do século XX.
Nos anos seguintes, Jean foi massacrada pela negatividade de muitos adultos:
– Garotas não podem ser pilotos de avião. Não são suficientemente inteligentes para isso!
E ela desistiu.
No último ano do ensino médio, a professora de inglês pediu que os alunos escrevessem sobre o que estariam fazendo dentro de 10 anos. Ela apenas escreveu que seria garçonete. Afinal pensou:
– Isso eu seria capaz de fazer! 
Duas semanas depois, a professora colocou a folha com a resposta de cada um dos alunos, virada para baixo, na frente de cada um deles, e agora pediu que escrevessem o que cada um deles faria se tivessem acesso às melhores escolas, a dinheiro ilimitado, e habilidades ilimitadas. Quando terminaram, ela disse:
– Tenho um segredo para todos vocês. Vocês podem conseguir tudo isso, se o desejarem de todo coração! Se não correrem atrás da concretização dos seus sonhos, ninguém o fará por vocês. Vocês têm muito potencial. Não deixem de utilizá-lo.
Jean ficou animada e ao mesmo tempo amedrontada. Depois da aula, foi falar com a professora e lhe contou sobre seu desejo de ser piloto.
– Então, seja! – foi o que ouviu.
E naquele momento Jean decidiu concretizar o seu sonho. Foram 10 anos de trabalho duro, encarando oposições, hostilidades, rejeição e até humilhação. Tornou-se piloto particular. Conseguiu graduação para transportar carga e pilotar aviões de passageiros, mas não recebia promoção porque era mulher. Mas ela não desistiu.
Foi em frente. Fez tudo o que sua professora da terceira série disse que era impossível. Ela pulverizou plantações, pulou de pára-quedas centenas de vezes, e em 1978, Jean Harper foi uma das três primeiras mulheres a serem aceitas como piloto pela United Airlines. Por fim, tornou-se piloto de Boeing 737 na mesma empresa aérea.
Tudo, graças às palavras de encorajamento de sua professora de inglês, e de sua determinação em alcançar e concretizar seus sonhos.
Quando éramos crianças não havia limites para sonhar. Pensávamos ter os poderes dos super-heróis, e que alcançaríamos as nuvens. Sonhávamos que um dia poderíamos fazer todo mundo feliz. Eram muitos sonhos.
Mas as crianças crescem e se tornam adultas. E, quase sempre esquecem dos seus sonhos quando passam a ter contato com a realidade. Talvez encontrem muitos adultos desencantados que as façam acreditar que não podem perseguir e concretizar os seus sonhos.
Se você abandonou os seus sonhos, é tempo de retomá-los. Não diga que é tarde, que você está velho demais, que não consegue mais. Decida-se e parta para a luta! Estude, persevere, conquiste. Utilize a força da sua fé. Acredite e invista no seu potencial. Acredite no sucesso!


Beijos, Luciene Lima.

Acordando para vencer (Motivação)



Se auto-motivar para vencer logo pela manhã é a melhor forma para melhorar seu humor, aumentar sua autoconfiança e reunir forças para vencer qualquer obstáculo através do poder do pensamento positivo!
Primeiramente, não deixe nada afetar sua mente! Procure uma música envolvente cante e ouça.

Comece a sorrir o mais cedo possível. Ao invés de reclamar assim que o relógio começa a desperta-lo, agradeça pela benção de acordar mais um dia.

A alegria é contagiante; espalhe-a, fale sobre paixões, sonhos e coisas boas!
Nunca se lamente e procure ajudar outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de si. Não viva emoções mornas ou vazias. Cultive seu interior, aproveite ao máximo os pequenos momentos!
Seja sempre transparente e deixe que as pessoas saibam que você gosta e precisa delas.
Repense seus valores e se dê a chance de crescer e ser mais feliz.
Tudo que precisa ser feito, merece ser bem feito. Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação.

Mude, opine, ame o que faz. Não trabalhe apenas por dinheiro e sim pela satisfação da missão cumprida.

Transforme em oportunidade qualquer movimento seu. Veja o lado positivo das coisas e assim tornará seu otimismo uma realidade. Nunca inveje ninguém, ao invés disso admire!
Lembre-se de que nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere o melhor.

Se entusiasme com o sucesso alheio, como seria com o seu próprio. Idealize um modelo de competência e faça sua auto avaliação para saber o que lhe está faltando para chegar lá.

Apenas ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo suas habilidades e seu talento. Só assim não terá tempo de criticar os outros.
Não acumule fracassos e sim experiências. Tire proveito dos seus problemas e não se deixe abater por eles.
Tenha fé e energia, acredite! Você pode tudo que quiser.

PERDOE SEMPRE E LEMBRE-SE: Seja GRANDE para os aborrecimentos, POBRE para a raiva, FORTE para vencer o medo e FELIZ para permitir momentos felizes.

Não viva só para o trabalho. Tenha outras atividades paralelas como esportes, leituras, cultivar amigos. O trabalho é uma das contribuições que damos à vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.

Finalmente, ria das coisas à sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida. E. . . ame! Antes de tudo, a você mesmo!

Fonte: Sucesso

Beijos, Luciene Lima.